Mercado e Negócios Poder Público Político

Senador Jean Paul Prates recomenda a prorrogação do auxílio emergencial até 31 de dezembro

foto: reprodução
foto: reprodução

 

Em pronunciamento sobre o trabalho do Senado para minimizar os efeitos da pandemia, nesta terça-feira (26), o senador Jean Paul Prates (PT-RN) sugeriu a prorrogação do programa Auxílio Emergencial do Governo Federal. 

A pesquisa do DataSenado já ouviu cerca de 1,2 mil pessoas sobre o coronavírus e seus efeitos no Brasil e apontou que o brasileiro está preocupado com os impactos causados na econômica. Segundo o levantamento de dados, nove em cada dez pessoas entrevistadas pedem que o auxílio emergencial de R$ 600 seja estendido até do fim do estado de calamidade pública.

“Existem diversos projetos sendo debatidos no Senado que propõem essa prorrogação. Um deles é o proposto por mim, que prorroga o pagamento do auxílio emergencial até 31 de dezembro 2020”, ressaltou o edil do PT. Para o senador, a prorrogação do auxílio emergencial permitirá que empresas e famílias tenham estabilidade, com o comércio de produtos básicos. O senador pediu apoio para aprovar a extensão do auxílio. 

“Tenho certeza de que o apoio manifestado pela população por meio dessa pesquisa do DataSenado deve sensibilizar os colegas senadores e senadoras a pautarem de imediato esse projeto de lei. Bolsonaro e sua equipe econômica não parecem perceber isso. Cabe então ao Congresso Nacional mostrar o melhor caminho”, afirmou ele