Camaçari Cultura e Entretenimento Notícias

Camaçari: Editais, oficinas, documentários e publicações são ações promovidas em 2021 pela Secult

Foto: Thiago Pacheco
Foto: Thiago Pacheco

Por meio da Lei Aldir Blanc, que tem como objetivo promover ações emergenciais destinadas ao setor cultural, foram concretizados pela Secretaria da Cultura – Secult, uma série de ações em 2021. Ao longo do ano diversos projetos como oficinas, documentários e publicações foram realizados.

Os editais municipais também foram importantes iniciativas. Em outubro, foi aberta a 2ª Edição do Prêmio Mestras e Mestres da Cultura de Camaçari – 2021. O investimento de R$ 140 mil, provenientes do Fundo Municipal de Cultura, premiará 20 mestres e mestras residentes de Camaçari. Já o edital de ocupação do Teatro Alberto Martins, oferta pautas gratuitamente aos grupos de dança e teatro.

No mês de novembro, foi lançado o edital de credenciamento Cidade Cultural, que possibilitará que artistas e grupos culturais estejam aptos a realizar apresentações artísticas em eventos da Prefeitura de Camaçari ou que representem a cultura do município em outras localidades. E em dezembro, foram retomadas as inscrições para o projeto Valorizando Raízes – Kit Cultura Popular, que contemplará até 30 grupos, os quais receberão um kit contendo figurinos típicos, de acordo com a linguagem artística.

A Cidade do Saber e a Pracinhas da Cultura iniciaram o ano letivo em abril, com oferta de novas vagas para cursos culturais e esportivos através de oficinas on-line para novos alunos. Em setembro, os equipamentos iniciaram as aulas semipresenciais, abrindo as portas para a população.

Como parte das ações do programa Vamos Ler Camaçari, foi lançado o Café Cultural, um bate-papo on-line com profissionais das áreas de saúde, educação, literatura, artes e cultura; o Ciranda Cirandinha, que promoveu oficinas de leitura, música, artesanato, pintura e brincadeiras para o público infantil; além do Conservatório de Música, que ofertou oficinas gratuitas, bem como palestras virtuais, a exemplo do primeiro Encontro de Chorinho.

Ainda este ano, em parceria com a Secretaria do Desenvolvimento Social e Cidadania (Sedes), foi instituído o Auxílio Cultura Todo Dia, com o objetivo de garantir aos trabalhadores do setor cultural e de eventos, as condições mínimas de sobrevivência diante da pandemia do novo coronavírus. Foram pagas três parcelas fixas, iguais e consecutivas, no valor de R$ 300.

Entre as ações integradas, desta vez com a Secretaria do Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Sedur), a pasta esteve envolvida nas revitalizações do Parque Ecológico Cultural do Cacimbão, em Arembepe, entregue em agosto, e da Lagoa da Paz, na localidade de Cachoeirinha, em Barra do Pojuca, inaugurada na primeira quinzena de dezembro.

Em 2021, foi aprovado o tombamento da Igreja do Divino Espírito Santo, em Vila de Abrantes. O distrito também ganhará o primeiro cineteatro da costa, que está em fase de estudo técnico, e a reforma da Biblioteca Comunitária Ler é Preciso, em andamento. Também é executada a obra da Biblioteca Municipal de Barra do Pojuca, que irá se transformar no primeiro Centro Cultural da Costa de Camaçari. Após a requalificação, o espaço passará a abrigar salas de dança e de música, devendo contar ainda com oficinas de diferentes segmentos culturais.

Através do subprograma Camaçari Tem Cena, diversas ações foram promovidas, como oficinas, workshops e mostras culturais no Teatro Alberto Martins e na Pracinhas da Cultura; o projeto “Das Telas às Imagens – Identidade Cultural Por Cada Um de Nós”, que desde setembro promove exposições em diferentes espaços da cidade; o espetáculo “Solos da Cidade”; o evento “Vozes Negras”; e o EsCulturas, fruto da parceria com a Secretaria da Educação (Seduc), que contempla a participação efetiva dos alunos da Rede Pública Municipal de Ensino através de oficinas artísticas, formação de plateia em espetáculos de dança e teatro, visitação às exposições, cine cultura, filmes e documentários.

Outra importante iniciativa foi o Plano Municipal de Cultura, lançado em setembro e cujos grupos de trabalho são realizados, através de discussões de propostas com a sociedade civil. O documento, que foi transformado em Projeto de Lei e deve ser votado na Câmara de Vereadores em março de 2022, irá fundamentar, regulamentar e orientar as ações culturais, garantindo a implementação de políticas públicas para o município, independente das gestões.

Para sistematizar, observar, avaliar e ter um olhar de cuidado com as informações sobre a cultura de Camaçari, produzidas pela Secult, foi lançado o Observatório de Dados da pasta, disponível através de uma aba no portal da Cultura, por meio do qual são disponibilizados os diversos dados sobre as atividades culturais, obtidos através da captação e produção realizadas pelo núcleo.