Bahia Camaçari Mercado e Negócios Notícias Salvador

Salvador e Camaçari estão no ranking das 100 melhores cidades para investimento no setor imobiliário

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Anualmente, a Urban Systems, em parceria com a Exame, elabora o ranking nas 100 Melhores Cidades para fazer Negócios no Brasil, dividido por segmentos. No quesito Mercado Imobiliário, a Região Metropolitana de Salvador teve duas cidades no TOP 100 nesta edição: Salvador e Camaçari. Foram considerados nove indicadores, como emprego com média e alta remuneração, crescimento das empresas do setor, novos domicílios, crescimento de estabelecimentos comerciais, empregos gerados no setor no ano, dentre outros.

Pelos critérios utilizados, Salvador ocupa a sétima colocação, enquanto que Camaçari, ficou na 70ª posição. Estes desempenhos, de acordo com especialistas do setor da construção civil, mostram o potencial de geração de negócios na região, tanto para novos lançamentos, como em empreendimentos já prontos para o início das obras.

“Regiões fora do eixo Rio-São Paulo, como a Bahia, já vinham apresentando forte expansão antes mesmo da pandemia. A procura aumentou muito desde o segundo semestre de 2020, especialmente por áreas maiores, espaços verdes, infraestrutura para evitar deslocamentos e disponibilidade de áreas gourmet e para o home office”, explica o Diretor da Nova Cipasa, Rogério Riquelme, que conta atualmente com dois empreendimentos no Estado: um entre Salvador e Camaçari e o segundo, em Vitória da Conquista.

O executivo conta que o ranking vem reforçar ainda mais esta percepção da empresa e que a tendência é que os imóveis residenciais em Camaçari e Salvador tenham uma valorização ainda maior nos próximos anos, já que seus preços continuam abaixo dos encontrados em estados como São Paulo e Rio de Janeiro. Como exemplo, ele cita que uma área de 275 m2 em loteamento na região hoje pode ser encontrada a partir de R$ 151, com possibilidade de financiamento em até R$ 180 meses.

“A Nova Cipasa sempre acreditou no potencial do Estado da Bahia, tanto que temos dois empreendimentos com características diferentes, que vão além de um loteamento. São complexos com vários empreendimentos residenciais e comerciais, cercados por grandes áreas verdes e completa infraestrutura, para que os moradores possam deslocar-se o mínimo possível”, explica Riquelme.

O complexo Vívea Parque Joanes, localizado na rodovia estadual que liga a Capital a Camaçari, a somente 35 minutos de Salvador, é um exemplo desses complexos. Com cerca de 550 lotes, o empreendimento conta com um parque de aproximadamente 600 mil m2, cedido à Prefeitura de Camaçari, e que estará aberto à toda a população da cidade.

Riquelme lembra, ainda, que a Nova Cipasa está investindo R$ 10 milhões na construção de um moderno sistema viário em frente ao empreendimento, na Vila Parafuso, que beneficiará moradores e pessoas que viajam a Camaçari. “A entrega do sistema, em 2022, vai diminuir a distância entre Salvador ao empreendimento, facilitando o percurso”, acrescenta.

A obra conta com alças, uma no sentido Via Parafuso (BA-535) para Salvador e a outra da Via Parafuso (BA-535) para Camaçari. Também está sendo construído um moderno túnel subterrâneo, com cinco metros de altura, mais de seis metros de largura e, aproximadamente, 80 metros de extensão. “Este sistema viário irá melhorar a mobilidade urbana da cidade”, acrescenta Riquelme.