Político

Rui Costa critica o incentivo de Bolsonaro à invasão de hospitais: “É inacreditável ouvir esse tipo de declaração”

foto: reprodução
foto: reprodução

Na manhã de ontem (13), o governador da Bahia, Rui Costa (PT), rebateu as declarações do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), durante em entrevista à CNN Brasil. Na última quinta-feira (11),  Bolsonaro utilizou as redes sociais para pedir que seus eleitores invadissem hospitais públicos e filmassem leitos vazios. “É inacreditável ouvir esse tipo de declaração”, disse o Rui à emissora. 

“Esperamos e acreditamos que não vai haver adesão a esse tipo de apelo do presidente. Se o presidente está ansioso para ter notícias de dentro dos hospitais eu quero convidar representantes do Ministério da Saúde a fazer visitas às unidades. Não só da Bahia e do Nordeste, mas do Brasil inteiro. Venham visitar, venham acompanhar, venham conhecer as instalações”, explicou governador baiano.

Durante a entrevista, Rui afirmou que não adotou medidas especiais para evitar invasões a unidades de saúde na Bahia por acreditar na responsabilidade dos baianos.  “Acreditamos no bom senso, na serenidade e na responsabilidade dos baianos e baianas. As pessoas têm ciência do sofrimento de quem está dentro do hospital, do trabalho exaustivo de quem está lá tentando salvar vidas humanas. Tenho certeza que baianos e baianas respeitam as famílias que estão orando para que seus parentes consigam sobreviver”, declarou.  

Confira a seguir a entrevista completa do governador baiano: