Poder Público

Prefeitura de Salvador prorroga medidas restritivas; saiba quais serviços voltam a funcionar

foto: reprodução
foto: reprodução

Para evitar a disseminação do coronavírus, os decretos — que venceriam nesta segunda-feira (15) — foram prorrogados até o dia 30 de junho.  O anúncio foi feito na manhã de hoje pelo prefeito ACM Neto, que  também divulgou o retorno de mais duas atividades não essenciais durante a pandemia. Segundo o gestor, já estão liberados os funcionamentos de óticas e os treinos individuais nos clubes profissionais de futebol.  

LIBERADOS

Também está autorizado o funcionamento com atendimento presencial (independente do tamanho:  

  • Concessionárias e revendas de veículos (automóveis, motos e bicicletas);
  • Lavanderias;
  • Casas de arquitetura, decoração, ferragens e materiais elétricos; 
  • Clínicas estéticas e de odontologia; 
  • Lojas de material de construção e limpeza;
  • Farmácias, estabelecimentos que comercializam equipamentos ou insumos para a saúde;
  • Oficinas e autopeças;
  • Supermercados;;
  • Padarias;
  • Açougues;
  • Pet shops. 

Contudo, em bairros onde há lockdown (entre outras medidas restritivas), alguns destes ramos comerciais não estão liberados. Apenas as farmácias, padarias, supermercados e açougues, podem funcionar mesmo nas localidades com medidas regionalizadas, por serem essenciais.    

PROIBIDOS

O decreto que foi prorrogado mantém proibição do funcionamento de shoppings, academias, cinemas, teatros, demais casas de espetáculo e parques públicos, clubes, praias e comércio nas praias, comércio de rua, salões de beleza, casas de show e boates. Restaurantes, bares e lojas de conveniência de postos de gasolina podem funcionar somente oferecendo delivery ou retirada.

A medida também determina o uso obrigatório de máscaras no transporte público, particular, estabelecimentos comerciais e ambientes laborais, tanto para trabalhadores quanto clientes ou consumidores.