Notícias Salvador Saúde

Prefeito não descarta volta de medidas restritivas em Salvador

Foto: Recruta Bahia
Foto: Recruta Bahia

Após Salvador registrar um aumento de 270% no número de novos casos de Covid-19 na primeira semana de 2022, o prefeito Bruno Reis afirmou nesta quinta-feira, 6, que a adoção de nova medidas restritivas não está descartada. A cidade tem retomado a vida normal nos últimos meses com a vacinação em massa, mas os atrasados na imunização seguem como problema.

“A gente vai avaliar. Nunca tive tantos colaboradores, tantos amigos, tantas pessoas conhecidas com covid, porém, graças a Deus, nenhuma necessitando de hospitalização, muitas assintomática, muitas sem os sintomas graves de gripe. Mas vamos aguardar para tomar essa decisão”, disse o prefeito em conversa com a imprensa.

Apesar do aumento no número de casos, até agora Salvador não registra grande aumento no índice de ocupação de leitos de UTI próprios para a Covid–19, que está na casa dos 50%.

“Se nós estivéssemos tendo aumento nos leitos de UTI por conta da covid, e olhe que nós reduzimos significativamente o número de leitos e temos condições de ampliar mais caso seja necessário”, afirmou Bruno.

O prefeito ainda voltou a criticar as pessoas que não se vacinaram ou que estão com doses em atraso. De acordo com ele, 220 mil pessoas ainda não tomaram a primeira dose da vacina contra a Covid-19 e 400 mil não voltaram para tomar a dose de reforço.

“Se essas pessoas fizerem a parte delas, não vamos precisar adotar outras medidas de restrição e isolamento social”, falou.