Bahia Notícias Poder Público Salvador Satélite Negro

Por prestação de contas fora do prazo, Ilê Aiyê terá que pagar mais de 170 mil ao Estado

Foto: André Frutoso
Foto: André Frutoso

Em meio a problemas judiciais e financeiros agravados pela pandemia, o Ilê Aiyê terá de ressarcir em R$ 173.294,82 à Secretaria de Cultura da Bahia (Secult-BA). O valor consta de um processo de reparação de danos ao erário, no âmbito da edição de 2017 do Edital de Ações Continuadas de Instituições Culturais, apoio cultural previsto no Fundo de Cultura do Estado da Bahia.

A cobrança do dinheiro, com parecer da PGE (Procuradoria-Geral do Estado), consta na edição desta terça-feira (21) do Diário Oficial do Estado.

Durante entrevista, o presidente do bloco, Antônio Carlos dos Santos, o Vovô do Ilê, disse que a dívida surgiu porque, à época, a instituição perdeu o prazo para prestação de contas relativa aos aportes destinados pela Secult. “A secretaria quer que a gente mostre os comprovantes de pagamento etc. Estamos cientes, e nossa contabilidade já está providenciando os documentos”, explicou Vovô.