Notícias Político

Frente Parlamentar: Lico de Matarandiba espera que Câmaras da RMS possam debater sobre impactos da ponte Salvador-Itaparica em Vera Cruz

Foto: Danilo Cerqueira|Cidade Satélite
Foto: Danilo Cerqueira|Cidade Satélite

A ponte Salvador-Itaparica terá 12,4 km de extensão e um investimento de R$ 7,7 bilhões, conforme contrato assinado em novembro de 2020 entre Governo do Estado e um consórcio chinês composto por três empresas.

O equipamento terá acesso pela capital baiana e em Vera Cruz, com ligação à BA-001. Para o presidente da Câmara Municipal de Vera Cruz, Lico de Matarandiba (PP), é necessário manter um diálogo aberto para que benefícios sejam atraídos para a cidade com a construção da ponte.

Integrando a Frente Parlamentar da Região Metropolitana e Cidades Vizinhas, Matarandiba espera que o grupo possa ajudá-lo nesse debate e no investimento urgente em saúde e educação.

“A ponte hoje é uma realidade, já vai acontecer. Não adianta a ponte vir, e principalmente o município de Vera Cruz vai ter um impacto enorme, e nós da Câmara de Vereadores desde as gestões passadas, através de sessões itinerantes, discutimos o PDDU e vamos agora avaliar para ver se vai ser aprovado para ver se o governo vem nos dar um parecer sobre o que é que pode trazer de positivo para a cidade não só de Vera Cruz, mas como de Itaparica também. A gente hoje precisa de hospitais, precisa de faculdades, o transporte lá é inviável e a ponte a gente sabe que vai ser simplesmente passagem”.