Cultura e Entretenimento

Ex-presidente do Bahia, Fernando Schmidt morre aos 76 anos

Foto: Felipe Oliveira | EC Bahia | Divulgação
Foto: Felipe Oliveira | EC Bahia | Divulgação

Morreu na madrugada desta segunda-feira, 4, aos 76 anos de idade, o ex-presidente do Esporte Clube Bahia, Fernando Schmidt. A causa do falecimento ainda não foi divulgada.

Ele estava internado no Hospital Jorge Valente, em Salvador, desde 23 de abril, quando deu entrada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por uma enfermidade neurológica. Schmidt também convivia há décadas com um quadro de diabetes.

Fernando Schmidt chegou a integrar a esfera federal como Ministro do Trabalho e Emprego (hoje extinto) no ano de 2003 quando o presidente era Luiz Inácio Lula da Silva. Além disso, ele foi chefe da Casa Civil na gestão de Mário Kertész na prefeitura de Salvador, entre 1986 e 1988, e foi secretário estadual no governo de Jaques Wagner em 2013.

Foi o primeiro presidente eleito democraticamente pelo clube, em 2013, após ação judicial que retirou do poder o então mandatário Marcelo Guimarães Filho, e comandou o clube até dezembro de 2014.

Em nota, a diretoria do Bahia manifestou solidariedade aos familiares. “Schmidt personificou a democratização do Bahia, unindo os grupos de oposição no seu entorno. Emprestou a sua experiência de vida e futebol pelo propósito de abrir o Bahia para o torcedor. Só quem viveu 2013-2014 sabe o tamanho do desafio que ele precisou enfrentar. Obrigado, Presidente. Seu nome está eternizado na história”, destacou o vice-presidente do clube, Vitor Ferraz.

O sepultamento será realizado às 15h desta segunda, no Cemitério do Campo Santo.