Cultura e Entretenimento Notícias Saúde

Eco Folia Solidária: Projeto prevê a coleta de mais de 30 toneladas de recicláveis durante o Carnaval

Foto: ASCOM/ SEMA
Foto: ASCOM/ SEMA

 

Em sua 17ª edição, o projeto ‘Eco Folia Solidária: O Trabalho Decente Preserva o Meio Ambiente, prevê a coleta de mais de 30 toneladas de latinhas, garrafas pet e plástico, durante os dias de festa do Carnaval de Salvador. Ao todo são seis pontos de coleta, distribuídos nos circuitos Dodô (Barra – Ondina), Osmar (Centro), e nos bairros Nordeste de Amaralina e Politema. O catador recebe R$ 3 para cada quilo de latinha, R$ 0,60 o quilo da garrafa pet e R$ 0,50 o quilo do plástico. São mais de 900 catadores beneficiados pelo programa, que irão receber fardamento, alimentação e equipamentos de segurança individual.

Segundo o Governo do Estado (apoiador do projeto), este ano, o Eco Folia Solidária traz para avenida uma correlação do trabalho dos catadores com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), ou Objetivos Globais, da Organização das Nações Unidas (ONU).

“Os catadores têm uma relação direta com quase todos 17 Objetivos Globais da ONU. Mas estamos trabalhando especificamente com os objetivos 6, 8, 11, 12 e 14, relacionados com água e saneamento, trabalho decente, cidades sustentáveis, consumo e produção sustentáveis, e a vida na água”, explicou Joilson Santana, representante do Centro de Arte e Meio Ambiente, uma das organizações parceiras do projeto Eco Folia Solidária. “O nosso intuito é mostrar que o trabalho desses homens e mulheres é algo que o mundo tem buscado, que é a preservação ambiental e a qualidade de vida das pessoas”.