Bahia Notícias Saúde

Diretora do Couto Maia: novo decreto talvez não seja suficiente

Foto:  G1
Foto: G1

Diretora do Instituto Couto Maia, a médica infectologista Ceuci Nunes acredita que a  decisão do governador Rui Costa de reduzir de 5 mil para 3 mil o número de pessoas permitidos em eventos na Bahia é acertada, mas talvez não seja suficiente.

“Se em aglomerações muito menores, como vimos de famílias no Natal, os casos já se alastraram, em eventos com 3 mil pessoas, mesmo sendo naturalmente mais seguro do que com 5 mil, ainda pode ser muito perigoso. Talvez isso não seja o suficiente e seja necessário reduzir ainda mais esse número”, opinou a médica em entrevista ao BNews nesta terça-feira, 11.

Nesta terça-feira, o governo do estado atualizou o decreto que estabelece as normas para realização de eventos em todo o território da Bahia. Agora,  o limite de público passa a ser de 3 mil pessoas.

Além disso, fica estabelecia a exigência da comprovação da vacinação em bares, restaurantes e locais como parques públicos estaduais, que só poderão ser acessados com a apresentação do  cartão da vacina ou do Certificado COVID