Saúde

Covid-19: Fundação responsável por menores infratores na Bahia registra 62 infectados

Foto : Manu Dias / GOVBA
Foto : Manu Dias / GOVBA

Até a última segunda-feira (1), as Comunidades de Atendimento Socioeducativo (Cases) da Bahia, registraram 62 casos positivos de coronavírus, sendo 29 são adolescentes infratores que cumprem medidas nas unidades, enquanto 33 são colaboradores terceirizados.

A Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social do Estado (SJDHDS) afirma que 641 testes foram realizados, e os jovens infectados – a maioria assintomáticos – já foram transferidos para uma área de isolamento. O órgão também divulgou que os profissionais contaminados são vinculados à empresas terceirizadas, que já foram informadas para darem todo suporte necessário aos seus funcionários.

A Fundação da Criança e do Adolescente (Fundac), órgão que administra as Cases, ampliou as medidas preventivas desde o dia 16 de março. Entre as ações adotadas, estão a suspensão de visitas, distribuição de EPIs, desinfecção nas unidades e medição de temperatura. Ainda segundo a SJDHDS, os jovens infratores que chegam às Cases ficam em isolamento pelo período de 14 dias, mesmo que não apresentem qualquer sintoma.