Notícias Poder Público Saúde

ADAB anuncia recadastramento obrigatório de propriedades e produtores rurais

Fonte: ASCOM - ADAB
Fonte: ASCOM - ADAB

 

A Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB) anunciou na última terça-feira (4), o recadastramento sanitário obrigatório das propriedades e produtores rurais, com o objetivo de fortalecer as estratégias de defesa agropecuária contra enfermidades e pragas. O processo de recadastro teve início neste sábado (1) e vai até o dia 15 de junho deste ano. O ato só pode ser realizado pelo proprietário ou por representante oficial, no escritório da autarquia mais próximo onde o imóvel está situado.

“O recadastramento é necessário para criar as condições de manutenção e evolução do status sanitário alcançado pelos diversos programas oficiais desenvolvidos pela ADAB, além da manutenção da credibilidade da defesa agropecuária da Bahia junto ao comércio nacional e internacional”, explica o diretor-geral da agência, Maurício Bacelar.

Segundo a ADAB, as propriedades de criação terão que recadastrar bovinos, bubalinos, asininos, muares, equinos, ovinos, caprinos, suínos e aves. Já as propriedades agrícolas deverão lançar informações sobre todas as culturas em manutenção, enquanto as propriedades mistas precisam informar o que têm de cultivo e as criações.