Notícias Segurança Pública

Acusados de matar Marielle e Anderson vão a júri popular

Foto: Policia Civil/AFP
Foto: Policia Civil/AFP

A Justiça do Rio de Janeiro determinou, nesta terça-feira (10), que o policial militar reformado Ronnie Lessa e o ex-PM Élcio Vieira de Queiroz sejam julgados por júri popular pelas mortes da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e do motorista Anderson Gomes. A dupla responde por duplo homicídio triplamente qualificado por motivo torpe, emboscada e sem dar chance de defesa às vítimas.

Os advogados informaram que vão recorrer. Ainda não há data definida para o julgamento, que foi determinado pelo juiz Gustavo Gomes Kalil. “O embate entre a tese ministerial (do Ministério Público) e as defensivas deve ser decidido pelo Tribunal Popular”, escreveu o magistrado. 

Marielle e Anderson foram executados na região central do Rio de Janeiro em 14 de março de 2018. Ronnie e Élcio estão presos há um cerca de um ano. Eles estão presos no presídio federal de segurança máxima de Porto Velho, em Rondônia.

Foto: Policia Civil/AFP