Brasil Político

“Zap do PT” é bloqueado por disparos de mensagens e denúncias de spam político; Partido se manifesta

foto: reprodução
foto: reprodução

 

O Partido dos Trabalhadores anunciou na manhã de ontem (8), que está estudando as medidas judiciais após a plataforma social WhatsApp suspender no dia 26 de junho a conta do ‘Zap do PT’, utilizada para distribuição de notícias e conteúdos a filiados do partido. O WhatsApp bloqueou as nove contas do Partido, devido ao envio automatizado de mensagens em massa e denúncias de spam político. 

Em comunicado, a presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann, afirma que a medida não foi avisada ou explanada pela administração da rede social, “É muito estranho que a suspensão seja promovida sem qualquer explicação dada pela empresa, nem oficialmente, nem extra-oficialmente […] Não há razão para isso. Todos os conteúdos distribuídos pelo PT no Zap eram relativos a material divulgado no site do partido”. A deputada ainda informou que o serviço oficial de informações irá migrar para o aplicativo Telegram.

De acordo com o PT Brasil, Hoffmann encaminhou carta ao presidente do Facebook, Mark Zuckerberg, para que a empresa se manifeste publicamente. “A falta de resposta oficial ao nosso comunicado de 26 de junho denota falta de transparência na relação do WhatsApp e do Facebook […] É grave o que está acontecendo. Quero denunciar publicamente o bloqueio arbitrário e a falta de transparência do Facebook”.