Notícias Poder Público Saúde

Vigilância à saúde de Camaçari apresenta balanço de 2019

Foto: Jean Matos
Foto: Jean Matos

Ações desenvolvidas pela prefeitura municipal foram positivas no último ano

O setor de Vigilância à Saúde de Camaçari terminou o ano de 2019 com realizações, de acordo com o balanço divulgado pela prefeitura. Ações como as do Centro de Controle de Zoonoses foram positivas para a população local. A CCZ conseguiu realizar mais de 433 mil visitas domiciliares para o combate às arboviroses, como a dengue, zika e chikungunya. Também foram realizadas ações de bloqueio e intensificação contra o Aedes Aegypti na sede, orla e zona rural. Além disso, cerca de 23 mil cães e gatos receberam a vacinação antirrábica animal, apesar de ter o abastecimento interrompido em todos os estados e municípios por decisão do Ministério da Saúde.

Só no ano de 2019, a equipe do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST) acolheu mais de 860 trabalhadores, realizando 485 atendimentos médicos, emitindo 372 Comunicações de Acidentes de Trabalho (CATs), realizando 70 inspeções em ambientes e processo de trabalho e 262 notificações de agravos relacionados à saúde do trabalhador.

A Vigilância Sanitária e Ambiental realizou este ano 1.141 inspeções em estabelecimentos sujeitos à fiscalização do setor; emitiu 572 licenças sanitárias; realizou a análise laboratorial de 421 amostras de água e 72 amostras de alimentos de 16 restaurantes da cidade; e analisou 21 projetos arquitetônicos de estabelecimentos sujeitos à Vigilância.

Segundo a prefeitura municipal, o plano é manter as ações de Vigilância à Saúde para este ano de 2020.