Notícias Partidário Político

Tramitação de projeto gera troca de farpas entre bancadas na Câmara

Sessão_Câmara_21_03_2017

Um debate acalorado entre vereadores da oposição e governo marcou a sessão de terça-feira (21/03), na Câmara de Camaçari. A troca de “farpas” ocorreu após votação do Projeto de Lei n° 904/2017, de autoria do Executivo, que autoriza a Prefeitura proceder Orçamento Fiscal e da Seguridade Social, para o exercício financeiro de 2017.

Engana-se quem pensou que o intenso debate foi a respeito de aspectos do Projeto de Lei. A discussão foi iniciada após a votação e aprovação por unanimidade do referido Projeto, quando o vereador Marcelino (PT) perguntou sobre os dias de reunião das comissões parlamentares e logo em seguida Jackson Josué (PT) disparou que, “nenhum dos gabinetes da Bancada de Oposição foi informado sobre o dia que o PL foi discutido”.

No mesmo sentido seguiu o vereador Téo Ribeiro (PT). “Nós votamos aqui sem saber o que é o Projeto, pois mudaram o dia de reunião das comissões e nós não fomos informados. Sugiro que quando faça mudança deste tipo informe a toda Casa”, disse o petista que foi informado pelo presidente da Câmara, Oziel (PSDB), que a mudança do dia ocorreu devido à reforma da Casa.

Diante da fala do vereador Téo, o líder do governo na Câmara, Jorge Curvelo (DEM), disse que “aqui ninguém tem o direito de dizer que desconhece um projeto que está sendo votado. Porque todos nós recebemos cópias dos projetos que passam no Plenário nos nossos gabinetes”, rebateu e ainda teve a fala complementada pelo colega de partido, Júnior Borges (DEM), “não se pode votar em algo afirmando que não tenho conhecimento da matéria. Não houve nenhuma emenda no projeto e ele foi colocado para votação na íntegra”, informou.

Finalizando o debate, o presidente da Casa solicitou que os representantes das comissões parlamentares informassem os respectivos dias de reunião.