Camaçari Notícias

Trabalhadores protestam contra fechamento da Ford em Camaçari

Foto: Rafael Martins |AFP
Foto: Rafael Martins |AFP

Funcionários da Ford Camaçari se reuniram nesta terça-feira (12) na porta da fábrica para protestar contra o fechamento da unidade. A montadora anunciou nesta segunda (11) que encerrará a produção de veículos no Brasil em todas as suas três unidades, nos estados da Bahia, Ceará e São Paulo.

O Sindicato dos Metalúrgicos (STIM) convocou uma assembleia para a manhã de hoje, logo na entrada do primeiro turno, às 5h30. “O Sindicato continua firme e forte na resistência em defesa e ao lado dos trabalhadores para tentar reverter essa situação ou, se não tiver jeito, garantir os direitos dos trabalhadores”, disse Júlio Bonfim, presidente do STIM.

Logo em seguida, os trabalhadores saíram em carreata até o Centro de Camaçari. O ato contou também com a participação de representantes da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB).

Em nota, o STIM afirma que a Ford decidiu “abandonar a fábrica de Camaçari de uma hora para outra, sem chance de negociação com o sindicato”. Conforme dados da entidade, a montadora gera cerca de 12 mil empregos diretos e 60 mil indiretos.

Nesta quarta-feira (13), às 9h, os trabalhadores farão um novo protesto na sede da Governadoria do Estado, em Salvador.