Notícias Salvador Saúde

Testes rápidos de Covid-19 detectam 80 casos em São Cristóvão e Imbuí, no primeiro dia de lockdown

Foto: Jefferson Peixoto/Secom
Foto: Jefferson Peixoto/Secom

Começaram nesta quinta-feira (25), com prazo inicial de sete dias, as medidas de restrição regionalizadas e ações de proteção à vida nos bairros do Imbuí e de São Cristóvão. Nas duas localidades, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por exemplo, aplicou 301 testes rápidos contra a Covid-19. Desse total, 42 pessoas testaram positivo em São Cristóvão e 38 no Imbuí. Somados todos os bairros que passam por medidas regionalizadas, o total de contaminados ontem foi de 490.

Segundo o boletim por bairros da SMS, neste momento o Imbuí tem 356 casos de Covid-19, enquanto São Cristóvão registra 296. Esses números crescentes levaram a Prefeitura a selecionar os dois locais para a adoção de medidas mais restritivas e ações de proteção à vida. Além dos testes rápidos, houve ainda cadastramento de ambulantes feirantes para recebimento de cestas básicas nos dois bairros. Todo o comércio informal deve permanecer fechado nesse período de sete dias.

Somente em São Cristóvão, onde a informalidade é grande, a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) cadastrou ontem 180 trabalhadores, que terão direito a uma cesta básica completa. A expectativa é que 550 sejam cadastrados e as cestas começam a ser entregues no sábado (27).

Já no Imbuí, 80 ambulantes foram registrados e a estimativa da Semop é beneficiar 200 ao todo – lá, a entrega das cestas básicas começa na segunda-feira (29). Para receber o benefício, o trabalhador informal, seja feirante ou ambulante, precisa apenas provar que trabalha na localidade, sem necessidade de inscrição prévia junto à Semop. Mesmo quem já recebeu outros benefícios em função da pandemia tem direito aos alimentos.