Notícias Poder Público

Sedur abre diálogo com comerciantes e associação de moradores do Inocoop

Foto: Kelvi Lima
Foto: Kelvi Lima

A Secretaria do Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Sedur), por meio da Superintendência de Ordenamento e Fiscalização, se reuniu na manhã desta sexta-feira (1º/11) com representantes de estabelecimentos comerciais localizados no Inocoop, com a finalidade de assegurar o ordenamento da área. Dos 30 comerciantes convidados a participar do encontro, 13 compareceram.

Entre os segmentos instalados no bairro estão bares, restaurantes, delicatessen, sorveteria e farmácia. Licenciamento das atividades, poluição sonora e ocupação do passeio público nortearam a reunião, que também contou com a presença da presidente da Associação de Moradores, Elinei Brito. Outros assuntos, a exemplo de ordenamento do trânsito e coleta de lixo, foram abordados na ocasião.

O superintendente de Ordenamento e Fiscalização, Pedro Cézar Archanjo, explicou que todo processo de ordenamento será feito de maneira conjunta para que resulte em soluções que atendam aos moradores e comerciantes. “Nós entendemos a importância dos estabelecimentos, que além de entretenimento gera emprego e renda, mas é necessário que as atividades cumpram uma série de pré-requisitos para que assegure também o bem-estar dos moradores”, lembrou ele.

A coordenação de Fiscalização Ambiental, que integra a superintendência, também participou da atividade. O responsável, Abelardo Antonio Moraes, pontuou que, apesar de ser um bairro residencial, todas as atividades existentes são permitidas, no entanto existem condicionantes essenciais que devem ser cumpridas para que comerciantes e residentes consigam viver de forma harmônica na comunidade.

Dentro da temática, os presentes deram diversas sugestões. Entre eles o proprietário do Barra Beach, Vinicius Cordeiro Santana. O empresário destacou que a iniciativa da Prefeitura, através da Sedur, é louvável. “Camaçari se desenvolveu e o Inocoop é reflexo disso. Hoje o bairro é um point de entretenimento durante os finais de semana e isso é bom pra cidade. Em nosso espaço, nós oferecemos mais que delícias gastronômicas. Nós promovemos atrações culturais, gerando opções de lazer de qualidade pra quem vive aqui. Portanto, regulamentar é um passo necessário nesse processo de ordenamento das áreas públicas e fico feliz que essa decisão tenha sido tomada e que será construída de forma conjunta”, concluiu.

Na próxima terça-feira (5/11), a partir das 9h, o superintendente de Ordenamento e Fiscalização e o coordenador de Fiscalização Ambiental, acompanhados da presidente da associação, visitarão os estabelecimentos pessoalmente, para dialogar e identificar as demandas e os pontos a serem adequados de cada comércio.

Fonte: Agência de Notícias – Prefeitura de Camaçari