Cultural Música

Salvador sedia X Festival de Percussão 2 de Julho

Grupo-de-Percussão-da-UFBA

A Bahia, estado reconhecido pela sua grande tradição e talento na percussão de música popular é, também, o berço do Festival de Percussão 2 de Julho. Reunindo atrações locais, nacionais e internacionais de destaque na música de percussão, como o mexicano Javier Nandayapa e o americano Christopher Fashun, o Festival, que chega à sua 10ª edição em 2019, acontece desta quarta-feira (07/08) até o domingo (11) em Salvador.

Com o objetivo de tornar a Bahia um centro de referência também na percussão sinfônica contemporânea, o X Festival de Percussão 2 de Julho é uma atividade de extensão do Núcleo de Percussão da Universidade Federal da Bahia (UFBA), coordenado pelo professor Jorge Sacramento, oferece atividades como seminários, palestras, fóruns de discussão, oficinas e concertos de solistas e de grupos de percussão.

Levantando a bandeira de que a produção percussiva sinfônica não deve ficar encerrada dentro das salas de aula da universidade e nem restrita a um público pequeno, o Festival de Percussão 2 de Julho é, também, a culminância da produção acadêmica do curso de Percussão/Instrumento da Ufba. Neste sentido, a edição de 2019 terá um caráter histórico, uma vez que seu concerto de abertura celebra o lançamento do CD “Ouça Sfot Poc”, do Grupo de Percussão da universidade, gravado em 2018-2019. O álbum é o terceiro do grupo, registrando a sua produção com canções que reúnem canto e percussão.

Confira programação completa:

Quarta-feira (07)

20h – Goethe Institut (Corredor da Vitória)

Concerto do Grupo de Percussão da Ufba (com lançamento do CD Ouça Soft Poc) (BA)

Quinta-feira (08)

10h- Escola de Música da Ufba (Canela)

Ivan Llanes: Percussão Latina (Cuba)

14h30 – Goethe Institut (Corredor da Vitória)

Edwã Victor, João Melo e Rian Mourthé (BA)

MarinGinká + Flora (BA)

16h – Museu de Arte da Bahia (Corredor da Vitória)

Melissa Lin (GO), Matheus Cordeiro (GO) e Luana Oliveira (SP)

20h – Goethe Institut (Corredor da Vitória)

Miguel Faria (MG) e Guilherme Missina (SP)

Ivan Llanes (Cuba)

Sexta-feira (09)

10h – Escola de Música da Ufba (Canela)

Iuri Passos (BA): Oficina de ritmos do candomblé

14h30 – Goethe Institut (Corredor da Vitória)

Duo Sá-Cramento (BA)

Kbecinha (RS) e Rafa Teixeira (RS)

16h – Museu de Arte da Bahia (Corredor da Vitória)

Bruno Azevedo (PA), Marcos Alves (MG) e José Emerson (PE)

20h – Goethe Institut (Corredor da Vitória)

Duo AlveSilva (MG)

Thiago Trad (BA)

Sábado (10)

10h – Escola de Música da Ufba (Canela)

Diego Neri (BA): Percussão afro-baiana

11h – Escola de Música da Ufba (Canela)

Érica Sá- Palestra sobre pesquisa de mestrado (BA)

14h30 – Goethe Institut (Corredor da Vitória)

MultiFaces (BA)

Grupo de Percussão do NPM Pirajá/NEOJIBA – professor David Martins (BA)

16h – Museu de Arte da Bahia (Corredor da Vitória)

Thierry Miroglio (França)

20h – Goethe Institut (Corredor da Vitória)

Grupo de Percussão da UFRN (RN)

Domingo (11)

10h – Goethe Institut (Corredor da Vitória)

Thiago Trad (BA): Oficina Bahia Experimental

14h30 – Goethe Institut (Corredor da Vitória)

Grande Grupo Percussivo (Brasil)

Javier Nandayapa (México) e Augusto Moralez (AL)

19h – Goethe Institut (Corredor da Vitória)

Christopher Fashun (EUA)

Dainho e Orquestra Berimbau (BA)