Militância Social Político

Salvador: No feriado do Dia do Trabalhador acontece protesto contra a Reforma da Previdência Social

Foto: Raimisson Silva
Foto: Raimisson Silva

Centrais sindicais e movimentos sociais utilizam o feriado de 1º de maio, data que lembra a luta dos trabalhadores por direitos, para realizar protesto contra à tramitação da Reforma da Previdência Social na Câmara dos Deputados e pela soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O ato acontece às 15 horas, no Farol da Barra.

Os trabalhadores lutam em defesa do direito à aposentadoria, além da manutenção direitos trabalhistas, emprego, direitos sociais, democracia, soberania nacional e a defesa de uma proposta de reforma Tributária que assegure justiça social na arrecadação de impostos.

Sobre o movimento Lula Livre , segundo o presidente do Partido dos Trabalhadores na Bahia, Everaldo Anunciação, a decisão unânime do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de reduzir a pena do ex-presidente Lula “alivia, mas não cura o mal”.

A coordenação nacional do Movimento Lula Livre articula a criação de comitês municipais na tentativa de sustentar a pauta de forma integrada entre partidos e diversos segmentos. Anunciação conta que a organização e funcionamento dos comitês serão discutidos em reunião no dia 4 de maio.

“Não será um momento só do PT, e sim de inserir outras pessoas promovendo o debate para articulações e dando elementos para fazer um debate de forma democrática”, explicou o presidente do Partido.