0800 Cultural

Salvador: Casa do Carnaval ganha novos filmes e tem funcionamento gratuito nesta quarta (13)

Foto: Max Haack
Foto: Max Haack
Comemorando o primeiro ano de existência, a Casa do Carnaval, em Salvador, vai ganhar seis novos filmes, que ficarão disponíveis para exibição no museu. Os curtas serão apresentados, pela primeira vez, a artistas, produtores, pesquisadores e imprensa, em um evento nesta terça-feira (12/02), às 17h. Já para o público, o equipamento terá entrada gratuita nesta quarta-feira (13), das 11h às 19h. O espaço está sujeito a lotação, e os visitantes devem acessar o museu até as 18h para aproveitarem os atrativos do museu.
Quem for à Casa do Carnaval já poderá conferir os novos filmes que serão incluídos no acervo do museu, como o curta “Irmãos Macêdo”, que retrata a história dos fundadores do trio elétrico Dodô e Osmar, além de apresentar a família, através dos depoimentos de Armandinho, Aroldo, André e Betinho. O material destaca a importância desta família para a o Carnaval da Bahia contemporâneo, com a eletrificação da música.
Os visitantes poderão, ainda, assistir ao filme “Moraes Moreira”, que exalta o artista como o primeiro cantor a subir em um trio elétrico, momento em que foi consolidada mais uma transformação da folia momesca; e “O visual do Carnaval”, uma roda de conversa entre os grandes responsáveis pela estética do carnaval: Juarez Paraíso, Jotta Cunha, Pedrinho da Rocha, Alberto Pitta e Ray Viana.
A estética dos carros de trio, a história do Carnaval e a obra de Riachão também serão respectivamente retratados através dos filmes “Orlando Tapajós”, “Paulo Miguez e Milton Moura” e “Riachão”. Tudo isso é acrescentado ao acervo histórico presente no ambiente, que é composto por adereços, instrumentos musicais, figurinos usados por grandes nomes da música baiana, miniaturas de personagens como o folião, o ambulante, a baiana do acarajé e os músicos que fazem a festa, vídeos sobre a folia contada pelos artistas e muitos outros atrativos.

Sobre o Autor

Redação

Deixar Comentário

Clique aqui e deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *