Poder Público Político

Reforma da Previdência: leitura do relatório final é adiada

Deputados Carlos Marun, presidente da comissão especial, e Arthur Maia, relator da reforma da previdência. Foto: José Cruz/Agência Brasil
Deputados Carlos Marun, presidente da comissão especial, e Arthur Maia, relator da reforma da previdência. Foto: José Cruz/Agência Brasil

A apresentação do relatório final da reforma da Previdência que seria feita hoje (18), às 13h30, foi adiada para esta quarta-feira (19). O texto deve ser apresentado às 9h, pelo relator da PEC, deputado Arthur Maia (PPS-BA).

Segundo o presidente da comissão especial que analisará o projeto, deputado Carlos Marun (PMDB-MS), o adiamento teria sido solicitado por Maia para inclusão de alterações de última hora.

Entre elas, está o pedido da bancada feminina da Casa para que seja reduzida a idade mínima para a aposentadoria das mulheres. A proposta original prevê 65 anos para ambos os sexos. Em entrevista à Agência Brasil na noite de ontem (17), o relator acredita que a idade mínima deverá ficar entre 62 e 63 anos. Além disso, o tempo mínimo de contribuição para obter o valor integral da aposentadoria deverá passar de 49 para 40 anos, conforme anunciou o presidente Michel Temer.

Assim que o relatório for apresentado, o texto será colocado em discussão e votado na comissão especial. As 130 emendas apresentadas poderão ser votadas separadamente.

Deputados da bancada governista se reúnem com presidente Michel Temer nesta terça, no Palácio do Planalto, para debater a PEC.

Publicidade