Notícias Radar da Diversidade

Radar da Diversidade: Pretas por Salvador levantam debate sobre acessibilidade e atendimento em saúde de pessoas gordas

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Lutar contra a gordofobia vai além dos padrões estéticos e tem sido pauta de discussões em torno de políticas públicas. A candidatura coletiva à Câmara Municipal da capital baiana, Pretas por Salvador, propõe a garantia de direitos no acessibilidade e atendimento em saúde.

“É um debate de dizer que o corpo gordo é doente. O primeiro processo que a gente precisa debater é despatologizar o corpo gordo e para além disso, a gente precisa pensar no que é estrutura de mobilidade e acessibilidade”, pontua Laina Crisóstomo (PSOL), uma das integrantes da chapa que ainda é composta por Cleide Coutinho e Gleide Davis.

Entre as propostas do grupo está a fiscalização dos transportes públicos municipais para garantia do cumprimento do direito das pessoas gordas terem mobilidade e de práticas gordofóbicas no serviço público; e a implantação de equipamentos públicos adequados na área de saúde para atendimento dessa população.

Ouça

Veja entrevista completa no YouTube.