Educação Ativa Notícias Poder Público

PROERD forma mais 377 alunos de sete escolas públicas de Camaçari

Foto: Tiago Pacheco
Foto: Tiago Pacheco

Mais 377 alunos da rede pública de ensino de Camaçari foram certificados pelo Programa Educacional de Resistência às Drogas (PROERD). A Solenidade de Formatura da 26ª turma/2019.1 ocorreu na manhã desta quarta-feira (13/11), no auditório da Casa do Trabalho. A iniciativa atendeu crianças do 2º ano, do Ensino Fundamental I de sete escolas, dentre elas: Luiz Pereira Costa, Padre Paulo Maria Tonucci, Paulo Freire, Zumbi dos Palmares e Engenheiro Ruy Bacelar, além dos centros educacionais Yolanda Pires, Hidelbrando Lima Filho.

Com duração de cinco meses, as aulas foram ministradas por policiais militares do 12º Batalhão de Polícia Militar (BPM) capacitados que atuam como educadores sociais por meio de uma abordagem socioemocional preventiva. O PROERD é um programa americano de prevenção primária dos malefícios das drogas que é voltado para alunos da educação infantil e anos iniciais, e do 5º e 7º ano do Ensino Fundamental de escolas públicas e particulares. Entre as ações do Proerd, estão palestras, atividades lúdicas e noções sobre cidadania.

O objetivo do PROERD é oferecer atividades educacionais voltadas à prevenção do uso de drogas licitas e ilícitas e à violência, bem como estabelecer uma relação de confiança entre a Policia Militar, o cidadão e a família. Como parte da formação, os alunos participam de um concurso de redação, cujo tema é “Resistindo às drogas e à violência”, expressando o que aprenderam durante a formação. Para esta turma, foi solicitado a criação de desenho que lembrasse o leão Daren, considerado o mascote do programa. Na oportunidade, o personagem participou da cerimônia e animou a criançada.

Representando o prefeito Elinaldo Araújo, o vice-prefeito José Tude falou da importância das ações do PROERD para os jovens do município. “Graças a essa parceria, são mais 377 estudantes prontos para dizer não às drogas e à violência. Que os conhecimentos adquiridos sejam multiplicados para pais, responsáveis, familiares, amigos e vizinhos. Desta forma, construiremos um mundo melhor”, ressaltou.

A secretária de Educação, Neurilene Martins, falou que o programa tem se tornado, dentro do processo educacional, um instrumento fundamental e prioritário para a melhoria da qualidade de vida dos alunos atendidos. “Esta é mais uma turma de crianças formadas dentro dos princípios da corrente do bem”, salientou a titular da pasta.

Para o comandante do 12º BPM, o tenente-coronel Antônio Sampaio, os esforços do PROERD consistem em preparar crianças e adolescentes para fazerem escolhas seguras e responsáveis em suas vidas.  “A nossa meta é fornecer a esses jovens as táticas adequadas para resistir à oferta de drogas e ao apelo da violência”, informou.

As ações do PROERD acontecem na Escola Zumbi dos Palmares há cinco anos. Nesse tempo, já capacitou mais de 400 crianças do 2º e 5º ano, que durante quatro anos consecutivos já tiveram as redações produzidas escolhidas como as melhores. Para Táta Ricardo Tavares, diretor da unidade escolar, o programa leva a cultura de paz não só para os alunos atendidos, mas também para a comunidade escolar como um todo. “As crianças ficam preparados para lidar com as perversidades da vida, aprendem a se defender, a serem formadoras de opinião, além de se tornar multiplicadores do aprendizado. O PROERD é um complemento pedagógico valioso de formação para esses alunos”, destacou.

Na ocasião, a estudante do 2º ano da Escola Zumbi dos Palmares, Paula Cardoso, de oito anos,  foi uma das escolhidas por ter feito o melhor desenho do mascote e, por ter tido um bom aproveitamento durante as aulas, representou a turma.

Em Camaçari, o PROERD já atendeu mais de seis mil crianças, ao longo dos 12 anos de atuação. Atualmente, o programa na Bahia é o terceiro no Brasil que mais forma alunos. No município, o programa tem como coordenador Regional o capitão Carlos Nascimento, e como instrutores o sargento Francisco Batista e o soldado Anderson Oliveira

Criado nos Estados Unidos, a iniciativa é de atuação internacional, está presente nos 50 estados americanos, e em 58 países. No Brasil, chegou em 1992 através da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, sendo que desde 2002 se encontra em todos os estados brasileiros.

Além dos pais e responsáveis pelos alunos, ainda estiveram presentes na solenidade representantes das escolas citadas, demais policiais militares do 12º BPM e da 59º Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM).

Foto: Tiago Pacheco

Sobre o Autor

Redação AGS9

Deixar Comentário

Clique aqui e deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *