Camaçari Educação Poder Público

Presidente da Câmara de Camaçari defende retorno das aulas presenciais

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

O presidente da Câmara de Camaçari, vereador Júnior Borges (DEM), se manifestou em favor da determinação da Justiça, por reconhecer a importância da volta às aulas, desde que haja um protocolo que assegure a segurança de estudantes e educadores. Uma decisão judicial fixou o dia 1º de março como prazo limite para a retomada das atividades pedagógicas na Bahia em seu formato tradicional.

Para Júnior Borges, é essencial que cada instituição se comprometa a seguir um plano de proteção que garanta o cumprimento das regras sanitárias e reduza os riscos de contágio pelo novo coronavírus no ambiente escolar. “É importante lembrar que a educação é um dos pilares fundamentais para a sociedade e esse afastamento das salas de aula por longo tempo pode prejudicar o processo de aprendizagem das crianças e adolescentes”, observou, acrescentando que tal distanciamento também gera riscos de ordem econômica e social.