Cultura e Entretenimento Notícias Teatro

Prêmio Braskem de Teatro realiza cerimônia no domingo (18); montagens concorrem em oito categorias

Foto: Carlos Casaes / Bapress
Foto: Carlos Casaes / Bapress

A 27ª edição do Prêmio Braskem de Teatro tem como tema “A história do teatro em tempos de exceção e relação com o tempo atual” e revelará neste domingo (18), às 20h, os melhores da cena teatral baiana.

Com direção artística de Gil Vicente Tavares, apresentação de Marcelo Praddo e Denise Correia, a cerimônia será transmitida pela TVE Bahia e pelo YouTube.

Ao longo da premiação haverá performances e, também, homenagens a cinco grandes nomes das artes baianas que faleceram esse ano: Anselmo Serrat, Chica Xavier, Fernando Neves, George Vassilatos e Inaldo Santana.

Este ano, foram avaliadas 58 peças inéditas, que estiveram em cartaz em Salvador entre 4 de abril e 23 de dezembro de 2019, escolhendo os concorrentes para as categorias de Espetáculo Adulto, Espetáculo Infantojuvenil, Texto, Direção, Ator, Atriz, Revelação e Categoria Especial.

Nesta edição, os destaques das artes cênicas na Bahia em 2019 foram escolhidos por Andrea Elia, atriz, diretora e professora de teatro; Elaine Cardim, atriz, doutoranda em Artes Cênicas e professora da Escola de Teatro da Universidade Federal da Bahia (UFBA); João Lima, diretor e presidente da Cooperativa Baiana de Teatro; Marilza Oliveira, doutoranda, mestra em Dança e professora da Escola de Dança da UFBA; e Marcos Uzel, jornalista, escritor e professor com pós-doutorado em Artes Cênicas.

Realizada pelo Caderno 2 Produções, a premiação é patrocinada pela Braskem e Governo do Estado, através do Fazcultura, Secretaria de Cultura e Secretaria da Fazenda.

Confira a lista de indicados:

Espetáculo Adulto

  • Holocausto Brasileiro
  • Última Chamada
  • Pele Negra, Máscaras Brancas
  • Sonho de uma Noite de Verão na Bahia
  • Vermelho Melodrama

Espetáculo Infantojuvenil

  • Sarauzinho da Calú
  • O Jabuti e a Sabedoria do Mundo
  • Tati Búfala
  • Eu vou te dar alegria

Texto

  • Gildon Oliveira e Jorge Alencar, por Vermelho Melodrama
  • Aldri Anunciação, por Embarque Imediato
  • Diego Araújo, por Holocausto Brasileiro
  • Gildon Oliveira, por Das Coisa Dessa Vida
  • Luis Antônio Sena Júnior, por Última Chamada

Direção

  • Onisajé (Fernanda Júlia), por Pele Negra, Máscaras Brancas
  • Thiago Romero, por Última Chamada
  • Jorge Alencar, por Vermelho Melodrama
  • João Miguel, por Das Coisa Dessa Vida
  • Diego Araújo, por Holocausto Brasileiro

Ator

  • Ricardo Fagundes, por Das Coisa Dessa Vida
  • Eduardo Gomes, por Vermelho Melodrama
  • Jarbas Oliver, por Sonho De Uma Noite De Verão Na Bahia
  • Israel Barreto, por O avô e o Rio / Revolução
  • Everton Machado, por Balada De Um Palhaço

Atriz

  • Márcia Lima, por Holocausto Brasileiro
  • Edvana Carvalho, por Aos 50 Quem Me Aguenta?
  • Ana Mametto, por Sonho De Uma Noite De Verão Na Bahia
  • Véu Pessoa, por Vermelho Melodrama
  • Fernanda Beltrão, por Dois Pesos, Duas Medidas

Revelação

  • Elisleide Bonfim, pela atuação em Holocausto Brasileiro
  • Caio Rodrigo, pelo texto de As Cidades
  • Matheuzza, pela atuação em Pele Negra, Máscaras Brancas
  • Rodrigo Lélis, pela atuação em Osso
  • Cristina Leifer, pelo texto de Ensaios Sobre O Fim

Categoria Especial

  • Aianne Bilitário e Marcos Lobo, pela cenografia de Escorpião
  • Luis Santana, pelo figurino e adereços de Vermelho Melodrama
  • Yacoce Simões, pela direção musical de Sonho de Uma Noite de Verão na Bahia
  • Euro Pires, pelo figurino de Aos 50 Quem Me Aguenta?
  • Erick Saboya, pela cenografia de As Cidades