Brasil Emprego e Renda Notícias

Pandemia leva mais 1,1 milhão de brasileiros a empreender; país bate recorde de novos empreendedores

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

De janeiro a setembro deste ano, o número de microempreendedores individuais (MEIs) no Brasil cresceu 14,8% em comparação ao mesmo período do ano passado. Por conta da pandemia de Covid-19, o país chega a 10,9 milhões de registros de novos empreendedores.

Dados do Portal do Empreendedor, do governo federal, revelam que o Brasil caminha para registrar o maior número de empreendedores da sua história em 2020.

Somente entre fevereiro e setembro, foram 1.151.041 novas formalizações, como aponta o portal. Devido à pandemia, o empreendedorismo tem sido uma alternativa de renda para os brasileiros.

Estimativa do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) mostra que cerca de 25% da população adulta estarão envolvidos, até o final de 2020, na abertura de um novo negócio ou com uma empresa com até 3,5 anos de atividade.

Estes novos MEIs, junto com as mais de 7,5 milhões de micro e pequenas empresas, representam 99% dos negócios privados e 30% do Produto Interno Bruto (PIB) do país. Além disso, conforme o Ministério da Economia, as empresas optantes do Simples Nacional geram aproximadamente 55% dos empregos formais e participam de 44% da massa salarial.