Militância Social Notícias Político Satélite RMS

Ouça: Quatro centrais sindicais e 15 sindicatos aderem à greve geral nesta sexta-feira (28) em Camaçari

Foto: Raimisson Silva
Foto: Raimisson Silva

Contra as reformas trabalhista e da Previdência propostas pelo governo Michel Temer, e a terceirização aprovada recentemente pela Câmara dos Deputados, centrais sindicais e diversas categorias ocupam as ruas de Camaçari e de outras cidades do estado e do país nesta sexta-feira (28), no dia da greve geral.

Em Camaçari quatro centrais sindicais vão aderir ao movimento: Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Central Única dos Trabalhadores (CUT), Corsa Sindical e União Geral dos Trabalhadores (UGT). Além dos sindicatos dos Metalúrgicos, Bancários, Têxtil, APLB Sindicato, Químicos e petroquímicos, Rodoviários, Construção civil, Sindcelpa, Sindborracha, Sintercoba, Comerciários, Vigilantes, Professores, Servidores públicos e Cargas pesadas. Movimentos sociais e partidos de esquerda também integram a manifestação.

greve-geralNo mesmo dia as principais vias de acesso a cidade como a Via Parafuso, Estrada da Cetrel e Cascalheira, e as que do Polo Industrial, Complexo Ford e Polo Plástico, por exemplo, serão bloqueadas. No total, 13 pontos estratégicos que cercam a cidade serão fechados.

Everaldo pontua ainda que os ônibus não devem circular no município e, inclusive, o Aeroporto Internacional Luís Eduardo Magalhães deverá parar as atividades.

No entanto, já na quinta-feira (27) será realizado ato preparatório para a greve, às 16h, na Praça Desembargador Montenegro. Segundo o sindicalista, a greve será deflagrada à 00h da quinta-feira.

Sobre o Autor

Camila São José

Jornalista - DRT/Ba 5124

Deixar Comentário

Clique aqui e deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *