Militância Social Político

Mulher com a Palavra recebe Leandra Leal, Liniker e Giovana Xavier

1566588720mulhercomapalavranovo

Arte, Pensamento e Resistência é o tema da próxima edição do projeto Mulher com a Palavra, que receberá a atriz e diretora Leandra Leal, a cantora Liniker e a Prof. Doutora em História Giovana Xavier, no dia 23 de setembro, às 20h, no Palco Principal do Teatro Castro Alves, em Salvador, com mediação da apresentadora Rita Batista. Os ingressos custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia entrada), nas bilheterias do Teatro Castro Alves, Balcões SAC e no site http://www.ingressorapido.com.br.

O Mulher com a Palavra é consolidado um espaço de compartilhamento de experiências de mulheres brasileiras de expressão, na arte e cultura, trazendo reflexões sobre empoderamento feminino, carreira profissional e artística e temas da atualidade.

Nesta segunda edição do ano 2019, o Mulher com a Palavra convida mulheres que utilizam a arte e o pensamento como formas de resistência. De acordo com a diretora artística do projeto, Dayse Porto, da Movida Conteúdo, “em um período em que artistas, intelectuais e políticos estão sendo perseguidos por defenderem os direitos humanos, a igualdade e um mundo mais justo, vamos discutir como as diferentes linguagens e iniciativas da expressão e do conhecimento estão se movimentando”.

A intenção dessa edição é promover uma troca entre mulheres com diferentes vivências e posturas para contar como cada uma delas faz de seus trabalhos atos de resistência. A secretária de Políticas para as Mulheres da Bahia, Julieta Palmeira, é uma entusiasta. “É missão da nossa secretaria acolher a luta das mulheres na sua diversidade. Essa edição, em especial une temáticas extremamente atuais no debate público: diversidade, arte e resistência”, disse.

Mulheres de diferentes trajetórias e profissões debaterão os caminhos e estratégias que utilizam para enfrentar tempos de conservadorismo e intolerância. Conhecida do grande público pela sua atuação na televisão desde a infância, Leandra Leal é atriz, diretora, produtora. Administra o Teatro Rival, de sua família, e recentemente participou da série Aruanas. No cinema, dirigiu o premiado documentário Divinas Divas e está em fase de pós-produção de um filme sobre música popular brasileira.

Com apenas 23 anos, a cantora e compositora Liniker Barros se tornou uma referência quando o assunto é representatividade. Vocalista da banda Liniker e os Caramelows, surgida em 2015, quando chamou a atenção na internet com o lançamento do EP Cru, a artista trans aproveita a visibilidade e as possibilidades que a música proporciona para se posicionar, ocupar espaços e contribuir com uma cena que se fortalece a cada dia.

Doutora em História e professora UFRJ, Giovana Xavier é autora do livro “Você pode escrever mulheres negras como objeto de estudo por mulheres negras contando sua própria história”. Giovana também é influenciadora digital em conteúdos sobre autocuidado, maternidade e trabalho acadêmico. Giovana é idealizadora do Grupo de Estudos e Pesquisas Intelectuais Negras. Em 2017, organizou o catálogo “Intelectuais Negras Visíveis”, que elenca 181 profissionais mulheres negras de diversas áreas em todo o Brasil.