0800 Cultural

Mostra de torços e turbantes de Negra Jhô prossegue em Salvador

IMG_1100

A mostra ‘Coroa de Ouro: Torços e Turbantes’ prossegue até o dia 12 de fevereiro no Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica, no Pelourinho, em Salvador. De autoria da cabeleireira, esteticista afro e hair designer Negra Jhô, a exposição conta com 21 turbantes estilizados e confeccionados pelo Instituto Kimundo. A visitação pode ser feita de terça a sexta-feira, das 10h às 17h, e sábado, das 13h às 17h.

A expografia foi aberta em 20 de novembro e fez parte das atividades em comemoração ao Novembro Negro. “O turbante faz parte da nossa cultura. Não existiria Ilê Aiyê, Filhos de Ghandy e diversos outros blocos afros sem esse adereço. O turbante também representa nossa autoestima e a valorização da ancestralidade”, afirma a artesã Negra Jhô.

Além da exposição, também serão realizadas mediações e oficinas de turbantaria e estamparia afro promovidas pela própria Negra Jhô e pelo setor educativo do museu. No encerramento da exposição, o público poderá apreciar 21 modelos num desfile que mostrará os torços e turbantes da mostra, além de indumentárias produzidas por estilistas e grifes afro-baianas.