Cultura e Entretenimento Notícias

Mostra de Cinemas Africanos abre inscrições para encontros gratuitos sobre curadoria

Fabio Rodrigues Filho facilitador da imersão. Foto: Divulgação
Fabio Rodrigues Filho facilitador da imersão. Foto: Divulgação

Até o dia 17 de janeiro estarão abertas as inscrições para a Imersão em perspectivas: livre diálogo sobre curadoria a partir de curadorias. O evento é realizado pela Mostra de Cinemas Africanos e será totalmente online e gratuito, entre os dias 21 e 30 de janeiro.

Serão seis encontros, intercalados durante a programação do evento, realizados através de plataforma digital, sempre das 14h às 17h. Os participantes terão acesso a um repertório de imagens, textos, programas e mostras que pretendem discutir processos e procedimentos curatoriais, além de incentivar a reflexão sobre crítica, pesquisa e mediação em cinema.

Facilitada pelo curador, crítico e pesquisador Fabio Rodrigues Filho, a atividade tem como objetivo incentivar a troca de ideias acerca de processos, práticas e pensamentos em torno da curadoria e programação em cinema. Podem participar estudantes, cineclubistas e trabalhadores da área que tenham afinidade com o tema, e que sejam nascidos ou residentes na Bahia. As inscrições são pelo site da Mostra.

Serão disponibilizadas 15 vagas para pessoas nascidas ou residentes na Bahia.  O resultado do processo seletivo será divulgado no dia 20 de janeiro no site da Mostra de Cinemas Africanos. A seleção dos participantes levará em conta os seguintes critérios:

  • Ter afinidade ou atuar em campos distintos do cinema e apresentar interesse em curadoria, crítica e/ou mediação;
  • Ter vínculo com universidades públicas ou cursos técnicos. Além disso, também serão priorizadas pessoas envolvidas com cineclubes e coletivos de exibição;
  • Dispor de disponibilidade para participar de ao menos 75% da imersão, que compreende, além dos encontros ao vivo, as atividades previstas de leitura, pesquisa e acompanhamento de filmes.

Fabio Rodrigues Filho é atuante na crítica, programação, pesquisa e realização de cinema, e acumula vasta experiência na comissão de seleção de festivais, mostras e laboratórios de filmes.

Essa atividade integra uma série de ações propostas pela Mostra de Cinemas Africanos em parceria com o Cineclube Mário Gusmão (Universidade Federal do Recôncavo da Bahia – Cachoeira/BA). O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.