Notícias Poder Público

Manchas de óleo: Camaçari mantém equipes nas praias e articula logística estadual de proteção ambiental

Foto: Ascom/PMC
Foto: Ascom/PMC

Um Decreto Estadual de Emergência será publicado nesta terça-feira (15/10), pelo Governo da Bahia, para liberação de recursos para os municípios atingidos pelas manchas de óleo. Enquanto isso, as ações de limpeza continuam em Camaçari, através de agentes de limpeza pública e técnicos da Defesa Civil. Com o apoio de voluntários, condomínios e do trade turístico, a maior parte das substâncias que chegam com a maré alta estão sendo retiradas da areia. A logística para preservação de áreas de rios e manguezais, manutenção e ampliação do trabalho continua sendo discutida junto com o Estado e órgãos de proteção ambiental.

O município está com representação no Comando Unificado de Incidentes, instituído pelo Governo Estadual. No último sábado (12/10) e domingo (13/10), a comissão se reuniu para deliberar as próximas ações de contenção e limpeza das manchas de óleo que atingiram o litoral baiano. Durante o final de semana, a força-tarefa ganhou reforço com o Corpo de Bombeiros Militar da Bahia e voluntários da Ordem dos Capelães do Brasil (OCB-BA), que vão atuar junto às frentes de trabalho formadas pelo Estado, Ibama e prefeituras municipais.

Representando Camaçari e os municípios que fazem parte da governança de Turismo, Costa dos Coqueiros, o secretário municipal de Turismo, Gilvan Souza, explica a importância das ações integradas. “Assim que descobrimos as primeiras manchas, acionamos outros municípios e os órgãos ambientais. Além da limpeza diária, o município está participando desse Comando estadual por entender que é um problema macro, onde a solução de um torna-se de todos. A mancha que não é retirada em um município, retorna para o mar e reaparece em outra praia”.

O município também conta com a representação do secretário de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente, Genival Seixas. O gestor da pasta municipal está empenhado para definição de áreas de descarte dos resíduos e auxiliando a Defesa Civil para instalação de contenções nas entradas dos rios. A logística de limpeza e proteção ambiental municipal foi discutida na tarde de sábado, em reunião na Secretaria de Turismo, por um comitê municipal formado pelo prefeito Elinaldo Araújo, para gerenciamento de crise. Participaram do encontro, o vice-prefeito José Tude, o secretário de Governo, José Gama, o coordenador da Defesa Civil, Ivanaldo Soares, e o secretário de Serviços Públicos, Armando Mansur.

Comando Unificado de Incidentes

Durante as reuniões do final de semana do Comando Unificado de Incidentes, o Ibama apresentou a atual situação do Litoral Norte da Bahia, dando destaque aos municípios de Jandaíra, Conde e Esplanada, que encontram dificuldade para a limpeza das praias.

Outra preocupação do Comando é com os nove estuários do Litoral Norte. Equipes do Ibama e do Inema estão monitorando com equipes em campo e sobrevoos para verificar a real situação desses locais e tomar medidas preventivas de proteção. O Comando vai entregar também ao Governo do Estado uma lista com todos os equipamentos e maquinários necessários para a limpeza das praias.

Uma ação estratégica de prevenção também está sendo realizada junto ao Plano de Área da Baía de Aratu, que está de prontidão para acionar o plano de emergência caso as manchas de óleo se aproximem. Entre as ações, estão o monitoramento da entrada do canal, a proteção de áreas sensíveis e contenção e recolhimento do óleo, caso identificadas manchas dentro da Baía.

Nesta segunda-feira (14/10), serão realizados sobrevoos pela manhã para identificar o deslocamento das manchas de óleo e pela tarde, às 14h, haverá outra reunião do Comando, na Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador.

 As reuniões tiveram a presença do governador em exercício, João Leão; do secretário estadual do Meio Ambiente (Sema), João Carlos Oliveira; do coronel PM Francisco Luiz Telles; do chefe de gabinete da Casa Civil, Carlos Mello; do diretor de Fiscalização do Inema, Marcos Machado; além de representantes do Ibama, Defesa Civil do Estado, Corpo de Bombeiros, do Plano de Área da Baía de Aratu, das prefeituras municipais, da Limpurb e da Universidade Federal da Bahia (Ufba).

Fonte: Agência de Notícias – Prefeitura de Camaçari