Salvador Saúde

Mais de 3 mil pessoas não compareceram aos postos de Salvador para receber 2ª dose da vacina, alerta prefeitura

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

 

De acordo com a nota oficial divulgada hoje (25), pela Prefeitura Municipal de Salvador, mais de 3 mil pessoas que deveriam receber a segunda dose da vacina contra a Covid-19 ainda não compareceram aos pontos de imunização para completar o esquema vacinal no município. A recomendação é que a dose de reforço da CoronaVac seja aplicada 28 dias após a administração da primeira aplicação.

A gestão afirma que, a informação sobre a data de retorno para recebimento da segunda dose está contida no cartão de vacinação do imunizado. Para alertar esse público sobre a importância de finalizar o processo de imunização, equipes da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) encaminham mensagens de texto para o celular dos faltantes. No portal da Sesau www.saude.salvador.ba.gov.br/vacinacao-covid/ também é possível consultar o dia que cada pessoa deve retornar aos pontos de vacinação.

“É necessário que as pessoas sigam rigorosamente as orientações prestadas pelo Programa Nacional de Vacinação. O esquema vacinal incompleto não assegura a imunidade contra a doença”, afirma a médica infectologista, Adielma Nizarala.

Período de imunização e cuidados

A prefeitura ainda reforça que:

O sistema imunológico leva, em média, duas semanas para criar anticorpos neutralizantes, capazes de barrar a entrada do vírus nas células, de acordo com estudos publicados. A resposta pode variar de acordo com faixa etária e outros aspectos individuais do vacinado.

Ou seja, mesmo após a segunda dose o cidadão não está protegido imediatamente. A proteção começa, em média, duas semanas após a aplicação da segunda dose no paciente.

Por exemplo, se uma pessoa que tomou a vacina se infectar antes desse tempo, não quer dizer que a vacina falhou, mas que não deu tempo do sistema imunológico criar a resposta imune. É importante ressaltar, ainda, que a vacinação não assegura 100% de imunidade – no entanto, a pessoa que completou o esquema de vacinação reduz drasticamente as chances de desenvolver um quadro grave da doença, que leve à internação ou mesmo à morte.