Notícias

Inema se posiciona sobre barragens de Camaçari em reunião com vereadores da oposição

fb8f4c81-be07-496b-93f2-90bebbf5546f

As duas barragens localizadas em Camaçari, RS1 e RS2 da Cetrel, foram tema de reunião, na manhã desta sexta-feira (08/02), entre o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) e vereadores da Bancada de Oposição.

O parecer do Instituto é que a população deve se tranquilizar. “Estas barragens estão bem fiscalizadas e acompanhadas pelo órgão. Detectamos em 2017 alguns problemas. Os relatórios que foram divulgados são resultado desta inspeção que temos que enviar para a Agência Nacional de Águas”, explicou o diretor de Águas do Inema, Eduardo Topázio.

“O empreendedor dono das barragens corrigiu os pequenos problemas. Eram problemas preventivos e que não causariam nenhuma eminência de ruptura. Então tá em processo de investimento”, acrescentou Topázio, ao destacar que o Instituto está atento e exigindo as medidas corretivas necessárias para que essas barragens não causem maior risco à população.

Representando o Legislativo Municipal, participaram da reunião os vereadores Binho do Dois de Julho (PCdoB), Jackson Josué (PT) e José Marcelino (PT). Eles devem ainda realizar uma visita às barragens.

“A gente viu que os relatórios atuais não apresentam nenhum tipo de perigo, mas é importante irmos em loco verificar. Porque a população da gente é simples. Hoje tá dizendo que não tem nada de errado, mas é melhor verificar pra não acontecer o que aconteceu em Minas Gerais”, pontuou o vereador Marcelino.

Jackson também destacou a importância de deixar a população mais tranquila, sobretudo em vista as duas tragédias que aconteceram no país, a primeira na cidade de Mariana (MG), em 2015, e a mais recente em Brumadinho (MG), ocorrida no dia 25 de janeiro. “Circulou nas redes sociais e meios de comunicação a questão das duas barragens em Camaçari e conseguimos essa reunião para saber como está a situação”, afirmou o parlamentar.

De acordo com a Cetrel, em e-mail enviado ao vereador Jackson, a empresa tem investido nos últimos anos na segurança e confiabilidade das barragens RS1 e RS2, que armazenam água para eventuais situações de combate a incêndio no Polo Industrial de Camaçari. “Em 2017 e 2018 foram realizados serviços de adequação nestas barragens no montante de R$ 1,5 milhão, sendo previstos novos investimentos em 2019 com o objetivo de conferir ainda mais robustez e segurança ao sistema”, diz em nota.

“Além disso, os técnicos da empresa realizam inspeções periódicas para assegurar a integridade das barragens, em atendimento aos requisitos da Política Nacional de Segurança de Barragens. De acordo com a avaliação técnica realizada recentemente, ficou confirmada a estabilidade e segurança dos reservatórios”, acrescentou a Cetrel no documento.

 

Publicidade