Mercado e Negócios

Grupo Boticário faz captação inédita e se torna pioneira na emissão de títulos sustentáveis

Foto: Napratica
Foto: Napratica

 

O Grupo Boticário em parceria com o Itaú BBA realizou a emissão de títulos vinculados a metas sustentáveis, denominado Sustainability-Linked Bonds ou “SLBs”, que visam fortalecer o comprometimento com melhorias nos resultados de sustentabilidade dos negócios até 2025 e reforçam o compromisso com as melhores práticas ambientais, sociais e de governança corporativa, ou “ESG” (sigla em inglês para Environmental, Social and Governance).
Com valor de R$ 1 bilhão, as debêntures materializam o papel que o Grupo Boticário cumpre a favor de um futuro sustentável. A empresa, que há 30 anos mantém a Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, será a primeira do setor de beleza a emitir um título “ESG”, na América Latina. O Grupo Boticário também será a primeira empresa a realizar esse tipo de emissão no mercado local de dívida.
“O mercado de debêntures ESG tem um grande potencial de estimular e direcionar recursos para avanços sustentáveis no país e em todo o mundo. O ineditismo desta operação financeira é um passo importante para se fortalecer práticas por um crescimento da sociedade com investimentos destinados para ações que contribuam para geração de valor para o negócio e seus públicos de interesse, aumentando a qualidade de vida da população e preservando o meio ambiente”, conta Carolina Maestri, gerente de Sustentabilidade Corporativa do Grupo Boticário.
A operação também é inédita para o Itaú BBA no mercado local. Apesar de a prática de emissão de dívida ser comum para o banco, a emissão de títulos ESG na modalidade SLBs será realizada pela primeira vez pela entidade no mercado brasileiro.