Cultura e Entretenimento

Filho de Emílio Surita, apresentador do Pânico, diz ter sido expulso de casa após falar que é bissexual

Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

Eric Surita, filho do apresentador Emílio Surita, revelou ter sido expulso de casa pelo comandante do programa Pânico, da rádio Jovem Pan, após dizer que é bissexual.

Em entrevista ao programa Stand Up, da rádio em que trabalha, o jovem falou sobre o “cancelamento” do pai após humilhar o tiktoker Mario Jr. em uma edição do Pânico. Eric então, revelou que existiam outros motivos para que o pai fosse cancelado. “Eu vou relatar uma experiência pessoal que realmente eu pensei muito antes de falar isso. Pai, você se lembra quando eu assumi a minha bissexualidade, você me mandou embora de casa, eu tive de passar dois anos fora de casa, que ele não aceitou. Mas graças ao bom e velho Senhor, eu tenho uma mãe com muita empatia”, disse.

O ator chamou o pai de ultrapassado e disse que Emílio justificou a expulsão como uma forma do Eric repensar os valores. “Eu não queria entrar no mérito pessoal, nós da família Surita sempre fomos discretos, sempre reservados, mas realmente aconteceu. Foi uma experiência, ele falou ‘vai para fora porque talvez lá você repense os seus valores. A gente vem de uma família tradicional, conservadora…’ Mas enfim, eu não tenho mais o que falar”, contou.

O jovem ainda disse que a opção ideal para assumir o programa feito pelo pai era ele: “Eu acho que eu devo herdar o Pânico logo, o mais rápido possível, afinal eu consigo compreender a nova geração, diferente de Emilio Surita (…) uma coisa ultrapassada”.