Cultural Dança Teatro

Festival Estudantil de Artes Cênicas ocupa espaços culturais de Salvador

festacdivulgacao
O Festival Estudantil de Artes Cênicas (FESTAC) chega a 3ª edição e ocupará espaços culturais de Salvador deste sábado (01/12) até o dia 09 de dezembro, reunindo artistas de vários municípios da Bahia. A ideia do evento é ampliar o diálogo da produção universitária/secundarista com diferentes públicos, a partir da ampliação do acesso a essas obras e promoção de intercâmbios artísticos e profissionais. A abertura, neste sábado, acontece às 19h, no Teatro Castro Alves (TCA), com o espetáculo de dança “Maré – Águas de Mim”, de narrativa brechtiana, dirigido por Guilherme Hunder e Márcio Fidelis.
O FESTAC contará com 16 espetáculos em sua programação, nas áreas de teatro, dança, performance e circo. Também irão acontecer sessões de bate-papo, realizadas após os espetáculos com as produções participantes. Além do TCA, recebem o festival o Centro Cultural Plataforma, Museu de Arte da Bahia, Casa Evóe e os teatros Gamboa Nova, Martins Gonçalves e Sesc Senac Pelourinho.
Fazem parte da programação os grupos Coletivo DUO (O Barão nas Árvores), Reforma Cia. de Dança (Em Ponta de Faca), Cia Municipal de Teatro Amador de Lauro de Freitas (EDU E CAÇÃO – A Lenda das Cabeças Quadradas), Cia da Mata (Amarelo Ouro Mi Maió), Grupo Por Acaso (Império das Sombras), a Escola Estadual Almirante Barroso (Heroínas Negras Brasileiras) e o Coletivo Palavriadores – Feira de Santana (Palavriando).
Confira a programação:
Teatro Castro Alves
• Maré – Águas de Mim
Escola de Dança da Fundação Cultural da Bahia – direção de Guilherme Hunder e Márcio Fidélis
01 de dezembro, às 19hTeatro Martim Gonçalves
• O Barão nas árvores – com Marcos Lopes
Coletivo DUO
03 de dezembro, às 19h• Em Ponta de Faca
Reforma Cia. de Dança
04 e 05 de dezembro, às 20h

• EDU E CAÇÃO – A Lenda das Cabeças Quadradas
Cia Municipal de Teatro Amador de Lauro de Freitas
05 de dezembro, às 17h

• Amarelo Ouro Mi Maió
Cia da Mata
06 de dezembro, às 17h

• NANQUIM (dança)
Coreografia: Luana Fulô
06 de dezembro, às 20h

• Silêncio (autoacusação)
Grupo Apodío
08 de dezembro, às 19h

• Heroínas Negras Brasileiras
Escola Estadual Almirante Barroso – direção Naidi Oliveira
07 de dezembro, às 17h

• Maria – Um rito para a minha avó
Direção: Leandro Santolli
07 de dezembro, às 20h

• Palavriando
Coletivo Palavriadores – Feira de Santana
09 de dezembro, às 19h

Teatro Gamboa Nova
• Não me Fale de Fraquezas
Direção: Simuma Simone e Junior Brito
05 e 06 de dezembro, às 19h

• Império das Sombras
Grupo Por Acaso
07 e 08 de dezembro, às 19h

Centro Cultural Plataforma:
• Heroínas Negras Brasileiras
Escola Estadual Almirante Barroso – direção Naidi Oliveira
06 de dezembro, às 18h

• Amarelo Ouro Mi Maió
Cia da Mata
07 de dezembro, às 18h

Campo Grande / Passeio Público
• Papel em Braco – com Ricardo Boa Sorte (Performance)
07 de dezembro, às 16h

Laboratório de Experimentação Estética do Museu de Arte da Bahia
• A REDE – Memórias compartilhadas
Cia. Junto e Misturado
30 de Novembro e 01, 02, 07, 08, 09 de dezembro, às 20h
Ingresso: $10 inteira $5 meia

Teatro Sesc Senac Pelourinho
• Joanina – A santinha sertaneza
Grupo Canteiro de Teatro
08 e 09 de dezembro, às 17h

• EUDEMÔNIA
COOXIA Coletivo Teatral
08 de dezembro, às 19:30h

Foyer do Teatro Martim Gonçalves
• Infestação – com Lela Queiroz
07 de dezembro – itinerância das 15h às 18h, depois Foyer do TMG para exibição de projeção de circulação da performance
08 de dezembro, às 18h, exibição de vídeo