Poder Público Político

“Feira livre” na Praça Desembargador Montenegro é criticada na Câmara

Foto: Heriks Trabuco/DICOM Câmara Municipal
Foto: Heriks Trabuco/DICOM Câmara Municipal

Sabido de toda população camaçariense, a Praça Desembargador Montenegro se tornou uma extensão do Centro Comercial, uma feira livre. Por lá, ambulantes comercializam frutas, verduras e artigos diversos. Esse assunto foi colocado em debate durante a 13ª sessão ordinária realizada hoje (16) na Câmara Municipal. Vereadores cobraram a organização do espaço e a realocação imediata dos comerciantes.

Ressaltando a importância da praça como cartão postal da cidade e retratando o atual cenário de desemprego do município, o vereador Adalto Santos (PSD) pontua a necessidade de organizar a área. “Minha fala aqui é para que de fato aconteça uma reorganização. Realocando todos aqueles trabalhadores, que ali estão no dia-a-dia buscando seu ganha pão, para um lugar adequado”, disse.

Pastor Neilton (PSB) apontou que a consolidação da feira na praça tem atrapalhado as vendas no Centro Comercial, principalmente quando pessoas “que vão comprar poucas coisas, acabam não chegando à Feira porque o que ele tem que comprar ele compra no meio do caminho”. O edil afirmou ainda que em reunião com o prefeito Elinaldo (DEM) foi garantido que esses comerciantes serão realocados para um espaço pavimentado dentro da própria Feira.

“É um problema social grande que o governo não pode se furtar de debater. O governo tem que se debruçar sobre esse problema, até porque beneficiar alguns que estão ali naquela praça fazendo um comércio irregular em detrimento de todos os feirantes, eu acho que é injusto”, complementou o demista Flávio Matos. Ainda, segundo o parlamentar, permissionários contaram que a maioria das barracas na Desembargador Montenegro são extensões de boxes da Feira.