Notícias Segurança Pública

Fabrício Queiroz presta primeiro depoimento à PF após ser preso

foto: reprodução
foto: reprodução

Nesta segunda-feira (30), Fabrício Queiroz, irá prestar depoimento à Polícia Federal do Rio de Janeiro sobre o suposto vazamento da ‘Operação Furna da Onça’, para beneficiar a eleição do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O depoimento acontecerá no período desta tarde (30) através de uma videoconferência.

Acusado de movimentar R$ 1,2 milhão em sua conta de maneira considerada “atípica”, o ex-motorista e ex-assessor de Flávio Bolsonaro está preso desde o dia 18 de junho. Neste mesmo dia, o senador se manifestou sobre a prisão do policial aposentado, declarando o seguinte: “Encaro com tranquilidade os acontecimentos de hoje. A verdade prevalecerá! Mais uma peça foi movimentada no tabuleiro para atacar Bolsonaro. Em 16 anos como deputado no Rio nunca houve uma vírgula contra mim. Bastou o Presidente Bolsonaro se eleger para mudar tudo! O jogo é bruto!”

Recentemente, o Tribunal da Justiça do Rio negou o recurso de prisão domiciliar à  Queiroz, que até o momento está cumprindo prisão preventiva em uma cela individual com seis metros quadrados, que tem cama, pia, vaso sanitário e chuveiro.