Gente que Faz Trabalho

Mãe e Filha driblam crise com venda de capas de livro personalizadas em Salvador

Capa 5

“Fazia algum tempo que namorava comprar uma capa para livros, só que os valores eram meio absurdos para minha realidade”, revela a estudante de pedagogia, Gabriela Pereira. Depois de ficar desempregada em 2016 e precisando de uma maneira de ganhar dinheiro ela decidiu se unir a sua mãe Marilene Belarmino, para criar e vender suas próprias capas de proteção para livros.

Gabi

Para chegar na arte final, Gabriela compra os materiais, e já pensa as combinações de tecidos e botões, faz o contato com o cliente, que escolhe a parte exterior e as abas internas. Na produção a estudante faz o corte e montagem inicial e dona de casa, agora empreendedora Marilene usa seu conhecimento em costura para realizar a finalização das capas. O valor conseguido com as peças é dividido igualmente entre mãe e filha.

A primeira capa foi vendida à jornalista Elaine Lima; “ela decidiu comprar a capa para ter os livros protegidos e também foi atraída pelas estampas, ela gostou tanto que comprou uma com a estampa de fitas do senhor do Bonfim. “Sendo assim se viajar, sempre levo minha terra junto comigo”, conta.

Elaine Lima
Elaine Lima

Depois de satisfeita com a compra, Elaine exibiu e ajudou a divulgar o trabalho, no conhecido boca-a-boca, assim um cliente vai mostrando a outros potencias clientes. As vendas e divulgação também são realizadas pelo seu perfil no Instagram @gabieleusis.