Cultura e Entretenimento Notícias

Com 14 encontros poéticos virtuais, série ‘Oxalaive – Poesia Preta com Resistência à Pandemia’ começa sexta (15)

oxalaive

Dentro da simbologia e tradição de reverenciar Oxalá, o projeto Oxalaive, série de 14 programas sobre poética e cultura negra reunirá poetas da Bahia, São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, Moçambique, Angola e Guiné-Bissau.

Os encontros começam na sexta-feira (16) e seguem até 9 de abril, sempre com edições semanais, das 16h às 18h, transmitidas nos canais do YouTube e Facebook do Coletivo Blackitude – Vozes Negras da Bahia – com retransmissão simultânea no canal da Balada Literária.

A Oxalaive vai alternar entrevistas individuais com os autores/perfomers e saraus coletivos, com participação aberta ao público, mediante inscrição. Com curadoria do escritor Nelson Maca, o projeto é um desdobramento da Live Exu – Poesias Bem Black, que promoveu 33 edições semanais entre maio e dezembro.

“A Oxalaive visa acolher, divulgar, celebrar e articular autores, cenas e obras da literatura negra brasileira, numa articulação com o público geral, com o público especializado e dialogar com poetas africanos. Nossos encontros serão de fruição estética, afetiva e política, intelectual” afirma Maca.

O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultural do Ministério do Turismo, Governo Federal.

PROGRAMAÇÃO

  • Sarau 1: Abertura (15/01)
  • Juraci Tavares – BA (22/01)
  • Luz Ribeiro – SP (29/01)
  • Ras Tandas – Moçambique (05/02)
  • Jocélia Fonseca – BA (12/02)
  • Renato Negrão – BH (19/02)
  • Elisângela Rita – (Angola) (26/02)
  • Sarau 2 (26/02)
  • Landê Onawale – BA (05/03)
  • Rainha do Verso – RJ (12/03)
  • Guellwaar Adún – BA (19/03)
  • Jacquinha Nogueira – BA (26/04)
  • Ernesto Dabo – Guiné-Bissau (02/04)
  • Sarau de Encerramento (09/04)