0800 Cultural Notícias

Candeias recebe 4ª edição do Festival de Graffiti Bahia de Todas as Cores

Foto: Carol Garcia
Foto: Carol Garcia

Nos dias 22 e 25, a arte de rua vai mostrar sua diversidade de cores e ganhar vida nova em Candeias, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Na 4ª edição, o Festival de Graffiti Bahia de Todas as Cores (BTC) tem o apoio financeiro do Governo do Estado. O festival vai reunir mais de 100 artistas locais, nacionais e internacionais, em atividades formativas, socioculturais e artísticas, com o intuito de levar a democrática arte urbana para a região, proporcionando o embelezamento da paisagem urbana.

O BTC faz parte das comemorações de 60 anos de Candeias, cujo lema é ‘Candeias 60 anos, uma senhora cidade’. O evento foi contemplado no Edital Setorial de Artes Visuais – Suplentes 2016, da Fundação Cultural do Estado (Funceb), por meio do Fundo de Cultura (FCBA).

O BTC terá o tema ‘A Arte que ilumina a Cidade’, um convite à apreciação da cultura local e à valorização dos patrimônios materiais e imateriais da cidade.

Programação:

O BTC 2018 tem a abertura agendada para quinta-feira (22), às 19h, com entrada franca, na Secretaria de Cultura de Candeias.

Na ocasião, o historiador local Jair apresentará um pouco da história de Candeias. Em seguida, às 19h30, ocorre a entrega e assinatura dos certificados do Curso Graffiti Candeias (CGC), que resulta na formação da Crew Graffiti Candeias, formada por jovens da região.

Na sequência tem início a mesa-redonda Festivais de Graffiti no Brasil – Conquistas e Desafios, às 20h.

O debate reunirá artistas nacionais responsáveis pela organização de grandes festivais de graffiti no Brasil, de diversas regiões, entre eles a pernambucana Rebeca, responsável pelo Recifusion; o mineiro Tenxu, responsável pelo evento Purencontro; a fluminense Mika, responsável pelo evento Cores e Valores; o curitibano Devis, responsável pelo evento Street of Styles; o sergipano Korea, responsável pelo Aracaju Graffiti Encontro; e Diogo Galvão representando o BTC.

Fonte: Bahia no Ar