Notícias Partidário Político

BLITZ POPULAR – Bancada de Oposição visita unidades de saúde

Blitz Popular da Bancada de Oposição chega a Monte Gordo. Foto: Ascom Bancada de Oposição.
Blitz Popular da Bancada de Oposição chega a Monte Gordo. Foto: Ascom Bancada de Oposição.

Blitz Popular. Assim os vereadores da Bancada de Oposição de Camaçari denominaram a série de visitas que estão realizando a equipamentos públicos no sentido de fiscalizar o funcionamento e atendimento a população. Nesta sexta-feira (20/10), a ação chegou a unidades de saúde do distrito de Monte Gordo, orla da cidade.

Foram visitados o Pronto Atendimento (P.A) de Monte Gordo, a Unidade Básica de Saúde (UBS) de São Bento e a Unidade de Saúde da Família (USF) de Coqueiro de Monte Gordo.

De acordo com os parlamentares em todas as unidades os problemas se repetiram e a reclamação mais constante da população foi a falta de medicamentos nas unidades. Morador da comunidade e paciente regular, Edmilson de Oliveira, controla a pressão arterial com o uso de remédios. “Não posso ficar sem usar os remédios, mas muitas vezes, estou tendo que comprar para manter minha saúde”, relatou.

Outro problema agravante é a falta de médicos, segundo informação divulgada a imprensa pela Bancada junto com depoimento de usuários do serviço, como o de Jéssica Santos, mãe de duas crianças, que informou que o P.A é mantido apenas com a assistência de um médico clinico geral. “Não existem especialistas. Meus filhos não têm atendimento adequado com um pediatra”, afirmou.

“Nas unidades o serviço é mantido pelo o esforço e responsabilidade dos servidores públicos que trabalharam em ambientes que não passaram por manutenção há cerca de nove meses. Eles sofrem com a falta de insumos para manter o atendimento básico, como curativos. Os servidores relataram que o material enviado pela Prefeitura não atende à demanda de 10 dias”, relataram os oposicionistas através de texto.

Os vereadores ainda afirmaram que o atendimento também está comprometido devido a ausência do autoclave, aparelho utilizado para esterilização de equipamentos, e eles também identificaram a inadimplência no pagamento do auxílio alimentação de alguns servidores. “A cerca de seis meses eles não recebem seus direitos”, explicou a Bancada.

A Bancada de Oposição, que é composta pelos  vereadores Binho do 2 de Julho (PCdoB), Dentinho do Sindicato (PT), Jackson Josué (PT), Teo Ribeiro (PT) e Marcelino (PT), enviará um relatório a Secretaria Municipal da Saúde cobrando solução para os problemas apontados.

Sobre o Autor

Anami Brito

Jornalista - DRT/BA: 4485
(71) 981203946 | anami@cidadesatelite.com.br

Deixar Comentário

Clique aqui e deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *