Notícias

Audiência pública marca lançamento do processo de revisão do PDDU de Camaçari

IMG_8057

Adequar o Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) de Camaçari para a nova realidade do município em vista o crescimento populacional e desenvolvimento da cidade. Com esta perspectiva, foi iniciado o processo de revisão do PDDU, marcado por audiência pública realizada nesta quarta-feira (14/08) no Teatro Alberto Martins.

Durante o evento, foi lançado o portal do PDDU na internet (https://pdducamacari.com.br/), que permitirá a participação cidadã para construção do Plano. Os munícipes ainda podem colaborar participando das audiências públicas, a serem realizadas na sede e Costa do município. O regimento geral das audiências foi apresentado durante o evento desta quarta-feira, assim como o edital de convocação, publicado no Diário Oficial do Município no dia 30 de julho, o plano de trabalho e cronograma.

A importância da participação da sociedade para a construção do novo Plano Diretor, que irá substituir o elaborado há 10 anos, foi destacado pelo prefeito Elinaldo Araújo. “Estamos vivendo um momento importante. O processo deve ser transparente, com discussão junto com a população, de forma democrática, prevalecendo a vontade da maioria”, afirmou, ao acrescentar que as pessoas, de diferentes segmentos, podem participar apresentando ideias propositivas para construção do PDDU. “A cena tem que ser a cidade e o desenvolvimento da cidade”, acrescentou.

A presidente da Comissão Executiva para revisão do PDDU, a urbanista Juliana Paes, também ressaltou a importância da participação dos munícipes ao explicar que a comissão é formada por quadros técnicos do poder público e também com representação do Conselho Municipal da Cidade (ConCidade) e do Conselho Municipal de Meio Ambiente. Ela acrescentou que, após o processo de elaboração, o projeto de lei será enviado a Câmara Municipal para que seja apreciado pelos vereadores. “Esse é um momento importante. A atualização do PDDU pensa nas mudanças ocorridas na cidade ao longo de 10 anos. Estava defasado, a cidade e a população cresceu e é preciso está se reinventando […]. Só será efetivo e eficaz se tiver a participação da comunidade, do poder público e do segmento privado”, afirmou.

O secretário do Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente, Genival Seixas, destacou que Camaçari passou por transformações nas últimas décadas e que nas próximas, a transformação deve acontecer em ritmo muito mais acelerado. Para ele, a construção do novo PDDU deve entender os caminhos trilhados e para onde levaram. “Entender e planejar é fundamental para construir a cidade que desejamos. Devemos refletir qual Camaçari queremos pro futuro, qual caminho seguir e quais atalhos evitar”.

Membro do ConCidade representando a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Suzana Moreno Torres pontuou que a participação dela simboliza a inserção da sociedade civil e acrescentou a necessidade da garantia de que a população seja ouvida durante as discussões das políticas públicas. “A população, de todos os segmentos sociais, precisa saber o poder que term, dizer qual Camaçari que a gente quer”, disse.

Para o presidente da Câmara Municipal de Camaçari, vereador Jorge Curvelo, a construção do novo PDDU dependerá da vontade da população e o papel dos parlamentares é ratificar os anseios do povo, prezando pela qualidade de vida.

Destacando ter acompanhado de perto o desenvolvimento do município, o vice prefeito José Tude ressaltou que a revisão do Plano Diretor deve compreender as especificidades de Camaçari. “É o maior município da Região Metropolitana, com uma orla com 42km de faixa quase que toda habitada, com locais dedicados a agricultura e a cidade abrigando o Polo Industrial”, afirmou, acrescentando que “a construção do PDDU deve atentar para a geração de empregos e a segurança”.

Ao final das explanações, a atividade contou com um debate onde o público presente pôde participar. A próxima audiência pública para construção do novo PDDU será realizada no sábado (17), a partir das 9h, no Centro Educacional Marquês de Abrantes, em Vila de Abrantes. O credenciamento acontece das 8h às 8h45.