Notícias

Ato nesta segunda (08) protesta contra o aumento da tarifa do transporte em Camaçari

0986ecc5-684f-4e34-b698-492136b2ef32

Em ato marcado para às 16h desta segunda-feira (08/04), em Camaçari, estudantes irão protestar contra o aumento da tarifa do transporte público no município. A manifestação sairá da Praça Desembargador Montenegro e seguirá em direção ao Terminal de Integração Rodoviária (TIR).

Os alunos foram mobilizados e sairão das escolas às 15h, sendo orientados a levar cartazes. De acordo com um dos organizadores da ação, Jardel Corbacho, o intuito é “chamar a atenção do Ministério Público para o aumento abusivo que a Prefeitura tá fazendo […] e, de antemão, cobrar da Prefeitura que não tenha esse aumento, que seja derrubado esse decreto e, para além de tudo, a melhoria do transporte, com a licitação, para que novas empresas venham pra cidade”, destacou.

De n° 7065/2019, o Decreto Municipal que atualiza a tarifa do transporte público municipal foi publicado no Diário Oficial na última quinta-feira (04). Válidas desde o último sábado (06), o novo valor da passagem na sede foi fixado em R$ 3,25 para os usuários que pagam em dinheiro e R$ 3 para os que utilizam o Camaçari Card. Para a orla, o preço varia entre R$ R$ 3,60 e R$ 5,50 para pagamento em dinheiro e R$ 3,30 e R$ 5,10 por meio do cartão.

Segundo nota da Prefeitura, como contrapartida para o reajuste da tarifa, o município cobrou que as empresas se comprometam com uma série de melhorias para os usuários que fazem uso do sistema. As empresas teriam garantido a oferta de aplicativos para monitoramento das linhas e horários dos ônibus; criação de novos pontos de obtenção do Camaçari Card e ampliação dos pontos existentes; honrar e se comprometer a respeitar as linhas criadas ou canceladas pela municipalidade; e modernizar os ônibus e serviços oferecidos à população.

“Como medida para melhorar a qualidade do transporte de Camaçari, a Prefeitura licitou uma empresa de consultoria que está encarregada de realizar um estudo que vai identificar as necessidades no sistema de transporte público e, com base nas informações coletadas, construir o edital para o processo licitatório que será realizado pela Prefeitura”, afirmou em nota.