Partidário Pimenta Parlametar Poder Público Político

As urnas bateram à porta: Oi, Mudança, você chegou?

eleicoes20121025

A vitória de Antônio Elinaldo (DEM) em Camaçari abre um leque de possibilidades, dos quais, mais firmemente devem ocorrer dois. Um deles diz respeito ao demista seguir fidedignamente o conceito do plano de governo implementado por ACM Neto em Salvador. A outra sugere apenas um aconselhamento com o líder democrata estadual, mas a construção de um conceito próprio para a gestão de Camaçari, que cá entre nós, tem grandes peculiaridades, inclusive a “respiração política”

Independente de qual rumo seguir, Elinaldo, a cidade e seu povo fizeram uma escolha pela mudança e aguardarão que ela venha com semelhante pujança que a capital baiana. Ocorre, porém, que lá o prefeito é um experiente político que herdou a veia estratégica do avô e tem, embora jovem, uma vasta carreira nos cenários municipal, estadual e federal. Elinaldo porém, tem em sua trajetória, dois mandatos como vereador e uma 1ª suplência na ALBA (Assembleia Legislativa da Bahia).

A proximidade de Elinaldo com a população, sem sombra de dúvidas, foi uma das molas propulsoras que o fizeram chegar ao comando do executivo local. Durante a campanha alguns de seus cabos eleitorais o compararam a Lula, por conta da origem humilde; se as semelhanças entre o demista e o petista forem além de suas origens, certamente Camaçari terá um futuro muito diferente do atual governo.

Elinaldo venceu a desconfiança de parte do eleitorado (que segundo pesquisas era de mais de 60% a certa altura da campanha) ou foi usado  pelo povo como “instrumento” de destruição da hegemonia petista? Pouco importa. O que nos resta saber é se, vencido o pleito, o que virá de mudança será benéfico ou não para a população.