Bahia Diversidade Mercado e Negócios

Agência baiana ‘AsMin(as)’ estreia site com banco de cadastro pra influenciadores negros e LGBTs

Foto: divulgação
Foto: divulgação

Trabalhando a todo vapor para oferecer os melhores serviços, a agência de marketing de influência AsMin(as), estreia essa semana seu site: asminas.co/.  Com foco de conectar criadores de conteúdo negrosLGBT’s e da periferia a marcas, seguindo seu propósito de mercado, criou uma aba para banco de cadastro de novos influenciadores que se encaixam nesse perfil, o primeiro do nordeste.  

Fundada em abril de 2020 por Dayane Oliveira e Letícia Sotero, baianas com mais de oito anos de mercado o site foi criado com alguns objetivos, explica Dayane Oliveira. “Além de nos apresentar ao mercado e apresentar nosso portfólio, virou nossa ferramenta de banco de dados, que nós chamamos banco de talentos“, completa. 

 A publicitaria explica que essa lista ajuda a organizar os influenciadores com informações de extrema importância para o mercado publicitário como: nichos, idade, segmentos, ajudando para que quando abordadas pelas marcas, possam indicar os influenciadores que melhor atenderia ao perfil buscado, para fechar campanhas ou trabalhos.  Apesar de parecerem dados simples,  essas informações são cruciais para potencializar o marketing de influência no mercado, garantindo diversidade e resultado em nossas ações”, aclara.   

O espaço virtual também tem o papel de ser um interlocutor para marcas que desejam contratar os serviços de marketing de influência, assessoria comercial (voltado para influenciadores) e branded content 

Segundo a assessoria, AsMin(as) já representam grandes nomes baianos como: Lucas Almeida, João Pimenta, Jamile Oliveira, Bel Rocha e Natalia Luz do perfil Preta Luz. Onde, acompanhando a tendência do mercado, capacitam e orientam os perfis para que monetizem seus trabalhos na internet.