Poder Público Político

Ademar se “abstém” e deixa caminho livre para reajuste salarial no Executivo e Legislativo de Camaçari

Foto: Gilberto Jr./Bocão News
Foto: Gilberto Jr./Bocão News

O prefeito Ademar Delgado, em nota oficial no site da prefeitura, declara que se “abstém de sancionar” os Projetos de Lei de nº 029/2016 e 030/2016, que trata do reajuste salarial dos vereadores, prefeito, vice-prefeito e secretários municipais.

O ofício foi encaminhado nesta segunda-feira (28) à Câmara de Vereadores, informando da decisão. No entanto, o diretor legislativo da Casa, Marilton Trabuco explica que o prefeito “não tem como se abster” e caso os projetos não sejam aprovados ou vetados até o dia 5 de dezembro, prazo limite, “fica valendo a sanção tácita”. Segundo Trabuco a atitude do gestor não influencia em nada no processo, que após apreciação do poder executivo municipal, deve retornar à Câmara para nova votação.

Na publicação, a Ascom da Prefeitura afirma que “a medida segue a linha traçada nos últimos meses pelo Governo Municipal com ajustes administrativos para a redução dos custos com a máquina pública e é reforçada pela Recomendação do Ministério Público do Estado da Bahia, em ofício encaminhado pela 7ª Promotoria de Proteção da Moralidade e do Patrimônio Público”.

Segundo a Câmara, o percentual de reajuste é de 6,43% ao ano, totalizando um aumento de R$ 2.578,47 no salário dos vereadores.

Sobre o Autor

Camila São José

Jornalista - DRT/Ba 5124

Deixar Comentário

Clique aqui e deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Campanha 1 Ano do Programa Casa Melhor
Banner Ags9